Total de visualizações de página

domingo, 24 de novembro de 2019

CAMPEÃO



21 comentários:

  1. As fotos mostram um tempo que não volta mais. Torcer era uma atividade prazerosa e sinônimo de muitas coisas, menos violência, depredação, prejuízo financeiro, e até homicídios. Devido ao jogo de ontem, muita gente se endividou, vendeu patrimônio, e abandonou o emprego sem pensar no dia seguinte. Para esses fanáticos fica uma pergunta: "E agora José?" FF: Alguns setores da sociedade ligados à segurança pública perceberam a real intenção do STF em seu "entendimento" em relação à prisão em segunda instância, segundo o qual milhares de criminosos perigosos tem sido libertados. Seria para fortalecer "exércitos irregulares" que estão sendo formados para confrontar as Forças Armadas em uma guerra civil que será inevitável em um futuro bem próximo. A quantidade de armas de guerra existem nas favelas, os grandes carregamentos recentemente apreendidos, são um indício. Dinheiro desviado pelo PT existe em paraísos fiscais para a contratação de mercenários, e a evidente atuação de muitos políticos com mandato eletivo, bem como declarações dos mesmos publicamente nesse sentido não deixam dúvidas...

    ResponderExcluir
  2. Muitos comentaristas do blog devem estar com tremenda dor de cotovelo.Lembrei até do desaparecido Cabanas que vivia zuando em portunhol.Como disse o Zagallo vão ter que engolir o Mengão e aguentar o Corneteiro velho...

    ResponderExcluir
  3. Não consigo entender porque duas fotos sobre futebol recebem um comentário sobre teorias conspiratórias. O comentarista poderia fazer os comentários deste tipo em outro blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc tem razão essa pessoa nunca tem noção, vivemos momentos obscuros. Esse site e sobre o Rio, fotos e história.

      Excluir
  4. Fora de foco: Não é de hoje que tem sido frequente uma rotina de ataques aos meus comentários "neste sítio". O autor desse "assédio" atualmente se apresenta como anônimo, mostrando uma natureà covarde, em passado recente usava uma alcunha que denotava ser ele egresso de uma região decadente da cidade, e foi o responsável por grande dos comentaristas deste blog terem se evadido, reduzindo substancialmente a quantidade de participantes. Mais patético do que seus comentários é a certeza de sua inutilidade. O mais triste é que deixou seguidores...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um recado para esse comentarista que não passa de um fascista disfarçado em democrata. Para seu conhecimento o tal comentarista que você chama de covarde foi um dos mais desabridos Procuradores Federais que conheci como servidor federal. Lamentavelmente não está mais entre nós mas desde antes não se interessava por comentar neste blog. E a versão de que teria sido responsável pela evasão de outros comentaristas não procede. Exatamente o contrário. A sua presença deletéria é a causa principal do fenômeno. Pelo menos essa é a opinião daqueles que hoje em dia não mais comentam. Essa técnica de reversão de argumentos não engana mais ninguém.

      Excluir
    2. Infelizmente você continua a se "auto-provmover" destilando veneno agora sob outra alcunha. Deletérias são suas rasteiras participações neste blog. Mas "eu não estou nem aí". Não sou como outros que se evadirem se não gostar de minha presença "neste sítio" "os incomodados que se mudem". Vade retrum!

      Excluir
  5. Hoje não teve texto do gerente.
    Acredito que as fotos são de 1972, ano que o Fla foi campeão carioca. A primeira pelos cabelos de alguns e a segunda pelo caminhão.
    Dizem que a torcida do Real Madrid comemora numa tal Plaza de Cibeles e os do Barça na Fonte de Canaletes, já o Flamengo vai para a Av. Pres. Vargas. Acho que torcedores de Atlético de Madrid, Español, Botafogo, Vasco e Fluminense têm todo o direito de reclamar das autoridades que permitem essas coisas.

    ResponderExcluir
  6. Pausa no futebol: Fiquei com a sensação de que as forças de segurança, da ativa e da reserva e seus similares, está exagerando para, se necessário, ter motivos para atirar "em legítima defesa" em caso de protestos. Tipo, justificar uma fuzilaria sobre manifestantes caso um deles jogue uma pedra em direção aos policiais, por exemplo.
    Deve ser o pavor que as manifestações do Chile, Equador, Bolívia e agora a Colômbia, estão causando sobre as autoridades do Novo Brasil.
    Voltemos à nossa programação normal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. À título de esclarecimento e com objetivo de evitar "achismos", cabe esclarecer a nova redação dos artigos 23 a 25 do Código Penal, que se referem a "Excludentes de ilicitude" e que está sendo proposta no P.L em tramitação no Congresso Nacional. Em países democráticos de primeiro mundo, em qualquer situação em que um criminoso porte uma arma e ameaçe as forças de segurança e a terceiros, é abatido sem mais delongas e não constitui crime. Está sendo proposto no P.L é que criminosos que portarem armas de fogo ostensivamente e ameaçem os agentes de segurança elencados no Artigo 144 da C.Federal ou a terceiros, sejam abatidos sumariamente, e tal fato passa a não constituir crime. É isso o que se deseja, visando a incluir tal situação como "Legítima defesa", simples assim. Em países de primeiro mundo, essa situação quando acontece, o criminoso não sobrevive. Isso vai acarretar mais mortes como a esquerda alega? A resposta é simples: muitos criminosos pensarão duas vezes em portarem armas de fogo ou exibi-las, e a população de "áreas conflagradas" pensará bastante antes de se associar a elementos perniciosos, e se possível deverá denunciá-los. Em tempo: os agentes públicos elencados no Artigo 144 da C. Federal são as Polícias Civis, Federal, P.R.F, Polícias Militares Estaduais, Força Nacional, Guardas Municipais, e militares das Forças Armadas quando atuarem sob a GLO.

      Excluir
  7. Queimei minha língua no quesito gols do Gabigol, mas acertei na possível expulsão. Ainda bem que já estava no fim do jogo.
    O River cansou sem ter feito mais de um gol, mesmo com a ajuda dos passes errados dos jogadores do Flamengo. Fora uma ou duas substituições equivocadas do técnico do time argentino.
    No Mundial de Clubes a tensão será menor no rubro-negro, primeiro porque o time do Jorge Jesus já ganhou um título e segundo porque o Liverpool é o favorito.

    ResponderExcluir
  8. Há algumas "teorias" sobre o fato de o Flamengo ter se tornado a maior torcida do Brasil, mas, para mim, não sabe-se ao certo este motivo. Com certeza, títulos é que não foi. Como já disse, é algo sobrenatural, uma religião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também tento entender este fenômeno. Título do brasileiro 10 anos.Copa do Brasil uma no período. E a torcida não para de crescer.
      Em tempo: o que este cara de pau do governador está fazendo lá no desfile.A comemoração é do Flamengo...Papagaio de pirata.Va catar coquinho cara....

      Excluir
  9. Bom dia a todos. Parabéns aos torcedores e ao time do Flamengo pela conquista da Taça Libertadores da América. Título conquistado com determinação e sorte, mas numa competição estes dois fatores são fundamentais para alcançar uma grande conquista. Acho que a possibilidade de repetir a conquista do campeonato do mundo talvez até mais fácil, visto que o Liverpool embora um time bem melhor, tem hoje como sua maior ambição a conquista do título da Premier Liga, título que não conquista desde a temporada 89/90 (29 anos), sendo que neste período viu ser ultrapassado pelo Manchester United em número de títulos na Inglaterra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O escritor, teatrólogo e fervoroso tricolor Nelson Rodrigues deve estar se revolvendo no túmulo não pelo sucesso do Flamengo nessa campanha memorável mas por alguns atribuírem suas vitórias também ao fator sorte. Nelson fazia questão de afirmar que na vida há que se ter sorte até para tomar sorvete. É inerente aos empreendimentos, sejam quais forem. Ou se tem sorte ou não. O que vale mesmo é a competência.

      Excluir
  10. Na primeira foto nota-se um número reduzido de pessoas vestindo a camisa do Flamengo, bem diferente do atual momento. Aliás, o marketing rubro-negro é um dos fatores que faz aumentar a receita e o número de torcedores.

    A segunda foto seria a Charanga Rubro-Negra em cima do caminhão? E onde seria o desfile?

    Já no Mundial de Clubes, o Liverpool é favorito, apesar de os clubes europeus não darem tanto valor a disputa, mas quando ganham fazem uma baita festa. Algo parecido ao Campeonato Carioca, que quando o Flamengo vence faz grande festa, carreata e passam a semana toda se vangloriando. Já quando perdem ou não chegam a grande final, reduzem-no a um Carioquinha sem importância, torneio sem expressão, que deveria ser extindo do calendário, blá-blá-blá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só o campeão da vez valoriza o Campeonato Carioca nesse século 21. Todos os outros três grandes do Rio menosprezam esse campeonato estadual quando não conquistam essa taça.
      Nos últimos períodos do Eurico como presidente do CRVG, por exemplo, o Carioca foi chamado de pré-temporada até que o time da Cruz de Malta foi bi-campeão em 2015-16. Aí o polêmico presidente vascaíno festejou no pódio como se fosse um Brasileirão. Só o Roberto Dinamite como presidente conquistou um título nacional nos últimos 18 anos do Vasco.

      Excluir
  11. Dizia Mário Filho que a torcida do Flamengo começou a crescer em grandes proporções em volta de um campinho na praça da Praia do Russel. Muita gente queria ver de perto os jogadores campeões de 1911 pelo Fluminense e que haviam se mudado para um clube de regatas que nem tinha um campo para treinar.
    Depois vieram os títulos, o período dos populares Leônidas da Silva e Domingos da Guia, tri-campeonatos, Zico, Adílio, Júnior, Leandro Bebeto e outros.
    Ídolos fazem a torcida crescer. Inclusive quando o Romário chegou no Flamengo depois do Tetra da Seleção o Carioca teve uma sobrevida, pois os outros grandes clubes também se mexeram.
    Vamos como vai ser a motivação de Flu, Bota e Vasco e até outros para o estadual de 2020.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo, no início da década de 50 o Flamengo já tinha a maior torcida do Rio, só não era na proporção que é hoje. Era o Rio capital, do glamour, do Maracanã. Ary Barroso não narrava o jogo; torcia descaradamente. Veio o Jorge Ben, Maria Alcina cantando fio maravilha no Maracanãzinho lotado, e por aí vai. Até 1980 o Fla não tinha um título nacional, coisa que os outros times do Rio já possuíam, e mesmo assim a torcida continuou crescendo. Até o Campeonato Carioca, o Flu estava na frente. O advento da Rede Globo, a partir do final dos anos sessenta, também contribuiu.

      A partir dos anos oitenta a coisa foi ficando massacrante, e, sinceramente, sem tirar qualquer mérito do Fla, onde cabe o mérito, foi danoso para o futebol do Rio como um todo, tornando os times restantes meros coadjuvantes.

      Excluir
  12. Observador Esportivo24 de novembro de 2019 18:10

    witzel se ajoelhando pra levar um vácuo do gabigol, eduardo paes dizendo que se fosse prefeito decretava feriado na segunda-feira , freixo respondendo que ele é que decretaria feriado porque o paes é vasco e ele rubro-negro, o juiz bretas de camisa do Flamengo e calça branca justíssima conclamando todos a torcer pro fla, bolsonaro se declarando torcedor... enfim, o campeonato de oportunismo político com a vitória do Flamengo tá bombando. A torcida rubro-negra não merecia isso.

    ResponderExcluir
  13. Neste final de semana me nego a falar qualquer coisa.Estou no retiro.

    ResponderExcluir