Total de visualizações de página

quarta-feira, 8 de março de 2017

PRAIA DE BOTAFOGO


A foto 1 mostra o Colégio Aldridge na Praia de Botafogo. Este colégio, fundado em 1912, em São Gonçalo, mudou-se em 1917 para o solar do Barão de Alegrete, na Praia de Botafogo nº 374. Segundo a Revista Ilustração Brasileira, de 1925, "muito há do que se ufanar, tais os louros colhidos por seus alunos, (...) se impôs a todos pela retidão, pela disciplina e pela moralidade observadas nesta casa de educação, sob a direção dos professores ingleses Alfred  Aldridge e Walter Leonar Aldridge".  O Colégio Aldridge mudou-se, no final da década de 20, para o prédio da Praia de Botafogo nº 184, ampliando posteriormente suas instalações com a compra dos terrenos e prédios de nº 186, 188, 190 e 192. Para não se sujeitar às imposições da Lei de Nacionalização promulgada por Vargas, Walter Leonard Aldridge encerrou as atividades de seu colégio em 1945. Segundo nossa comentarista Milu neste local funcionou o Colégio Juruena, mas seu endereço era Praia de Botafogo nº 166.
 
A foto 2, de 1959, mostra as obras para a construção do prédio da FGV – Fundação Getúlio Vargas. Este prédio, cujo endereço é Praia de Botafogo nº 190, foi construído onde funcionava o Colégio Aldridge. O projeto é de autoria de Oscar Niemeyer e Hans Muller. Posteriormente a casa à direita foi demolida para a construção de um novo prédio da FGV, também projetado por Niemeyer.
 
Niemeyer desperta amor e ódio. Terror dos calculistas,  seus projetos oscilam entre magníficos e péssimos, dependendo do olhar dos observadores. Há caixotes como a Obra do Berço na Lagoa, coisas horríveis como um prédio na Rua Teixeira de Melo em Ipanema, palácios deslumbrantes como o do Itamaraty em Brasília, hospitais como o da Lagoa. Teve também projetos que não se concretizaram tal como o da Marina da Lagoa, perto do Corte do Cantagalo, casas como a da Carvalho Azevedo na Lagoa e a da Estrada das Canoas, o Hotel Nacional recentemente mostrado aqui. Em breve faremos uma série sobre o grande projeto de Niemeyer na Barra da Tijuca.
 
O carro da esquerda na foto 1 parece ser um Dodge, o do meio um Chryler e o da frente aguarda palpites.
 
PS: o “Saudades do Rio” faz uma saudação especial a todas as nossas comentaristas pelo “Dia Internacional da Mulher”.

28 comentários:

  1. Parecem ser dois Dodge 1951, o carro do meio, camionete. O carro da ponta é um Morris Oxford, também da mesma safra.

    ResponderExcluir
  2. Estou entre os que se dividem sobre a obra do Niemeyer arquiteto. Há muitos anos fiquei chocado com aquele hotel em Ouro Preto que destoava completamente do estilo da cidade. Gosto de alguns palácios de Brasília. Já o prédio da FGV é muito feio, na minha opinião.
    Bonito o casario ao fundo da segunda foto. Pena que a maioria das mansões e casas de Botafogo tenham desaparecido.
    Quanto à FGV só sei que os cursos lá são caríssimos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Plínio, como sempre aprecio seus comentários e não poderia deixar de registrar sobre um aspecto hoje comentado por você. Desconheço os atuais valores cobrados pelos cursos da FGV mas posso dizer que sempre foram muito valorizados e prestigiados. Como curiosidade lembrei que quando comecei a carreira de advogado em uma então famosa empresa multinacional havia um curso de pós graduação da FGV muito requisitado. Na época era dito que quem completasse esse curso teria mais chances de colocação no mercado. Como era muito caro poucos podiam arcar com as despesas sem o auxílio de uma pessoa jurídica. Apenas dois colegas mais veteranos na empresa completaram esse curso.

      Durante muito tempo pensei que a ausência dessa graduação fosse um elemento impeditivo para seguir na carreira. Depois ousei em outras experiências profissionais como empresário, voltando tempos depois a exercer a profissão, encerrando como Procurador Federal. Hoje olho para o passado imaginando que se tivesse feito o tal curso, cujo nome nem me lembro, possivelmente faria uma carreira na área da advocacia privada e jamais seria um dia o que hoje sou. E os meus antigos colegas, todos experientes profissionais e orgulhosos de seus cursos de pós graduação, continuam em atividade forçados pelo atual injusto e ingrato sistema de aposentadoria. São as esquinas da vida.

      Excluir
  3. Onde ficam aquelas casas no fundo da FGV?

    ResponderExcluir
  4. Bom dia a todos. Dia de só ler o que dizem os comentaristas que conheceram o local.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia. Concordo com alguns comentaristas quando questionam a funcionalidade das obras de Niemeyer, embora eu não seja especialista. Creio que como no caso dele, acontece em diversos segmentos da vida. Estar na hora certa com amizades certas e em "camas certas"! Essa é a receita para ser "imortal" em sua atividade. Dou como exemplo médicos, artistas diversos, políticos, pensadores, etc...São mitos que são construídos em bases e evidências "duvidosas". Quem aclamou e elegeu como "craques e virtuoses" do futebol, jogadores como "Hulk", "Felipe Melo","Oscar", "Felipe Luiz", entre outros? Certamente alguém que lucraria muito com isso. E que em sua época poderia ser confrontado com Niemeyer? Ninguém? Por que "Preta Gil" tem todo esse sucesso? O que ela faz de bom? No meu entender, nada, só faz m...Mas a mídia colocou ela nos píncaros! Por qual razão? Fica a pergunta...

    ResponderExcluir
  6. Por conta de minha amizade com o neto do Castelo Branco, eu e outros colegas do Santo Inácio, frequentamos o Palácio da Alvorada numas férias de julho. O palácio é lindo mas "frio". As acomodações familiares não são aconchegantes. Agora mesmo o presidente desistiu de morar lá, tal como acontecera com alguns antecessores. Niemeyer fazia projetos mais estéticos que funcionais.

    ResponderExcluir
  7. Arquiteto realmente controverso segundo especialistas da área. Há uma eterna briga entre engenheiros e arquitetos,coisa antiga. A imprensa
    escrita falada e televisiva e agora a internet com as redes sociais,
    criam ou destroem o mito.

    ResponderExcluir
  8. Bom dia a todos.
    Em outra postagem recente aqui no fotoblog falando sobre o colégio Aldridge, não havia percebido, mas agora gerou dúvidas segundo o texto. No final dos anos 20 ele se mudou para onde hoje situa-se o antigo edifício da FGV. Se isso ocorreu, é presumível dizer de que ele ficava mais próximo da Rua Farani do que da Rua Marquês de Abrantes ou será vice e versa?
    Quanto a Niemeyer, não posso questionar sobre suas obras pois não sou arquiteto e não tenho nenhum tipo de conhecimento sobre o assunto. Porém, lembro que quando estive naquele museu em terra do ucraniano, do outro lado, ele é bonito por fora, porém esperava de que por dentro fosse muito bem utilizável coisa que não aconteceu. Mas aí, talvez a culpa não fosse do Niemeyer e sim do grupo ou pessoa que administrava do museu.
    Essa figura nunca me passou pela garganta pois como todo comunista, arrotava uma coisa e praticava outra.
    Nascido em berço de ouro Laranjeiras, pregava de um comunismo com ardor porém dirigia Mercedes Benz e bebia whisk.
    É por essas e outras que nunca fui de aceitar essa turma do outro lado, assim como o pessoa da Direita.
    Sábias palavras de Ronnie Von eu me lembro nessa hora, quando dizia de que os jovens colegas e amigos dele aqui no RIO pertencia a chamada Esquerda Escocesa, ou seja, bebia whisk escocês, falavam de comunismo, porém tudo riquinho e no dia a dia, CRÉU nos trabalhadores nas Empresas de seus familiares.
    Enfim... vida que segue

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Wolf, tudo que for dito sobre o arquiteto Oscar Niemeyer é pouco, seja elogiando ou criticando. A arquitetura, como toda a forma de arte, é para ser exibida e causar controvérsias. Nem sempre o artista é lógico, prático ou conservador. É só discutir sobre os estilos ao longo da história da humanidade, e até das pinturas rupestres, e vamos encontrar os desencontros de opiniões, como poderia dizer Vinícius de Moraes. Niemeyer era fascinado por formas arredondadas, assim como o foram os pintores renascentistas e até o contemporâneo colombiano Fernando Botero. Prova disso foi quando algum ricaço encomendou a Niemeyer que decorasse o deck superior do seu iate e o resultado final foi algo que lembra projetos famosos do arquiteto. Enfim, o barco de lazer mais estranho e tedioso que já vi. Mas deve valer uma fortuna porque tem a assinatura de Oscar Niemeyer.

      Quanto ao comportamento da chamada "turma da esquerda festiva" gosto de usar a expressão do engenheiro gaúcho, mas com o legítimo sotaque dos pampas: "Nós já vimos este filme.".

      Excluir
  9. Gostaria de ver a opinião do Ucraniano sobre o MAC de Niterói.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde à todos,
      Falando em Niterói, é fato que não há nenhum Blog chamado Saudades de Niterói (SDN).
      Deve ser porque ninguém em sã consciência tem Saudades de Niterói.
      Saudades mesmo só do Rio! O resto...
      Há braços

      Excluir
  10. Post prá lá de polêmico. A figura do Niemeyer, tanto profissional quanto pessoal, é controversa. A FGV também desperta ódios e amores. Tem uma relação estranha com o Governo segundo contam.

    ResponderExcluir
  11. Bom dia a todos.

    Polêmicas em dose dupla: Niemeyer e Gegê.

    Peguei boa parte da construção do disco voador do outro lado da poça, mas não o vi terminado até voltar no ano passado. Não pude ver direito como ficou o caminho Niemeyer pois era de noite. Também acompanhei a construção do anexo da FGV.

    ResponderExcluir
  12. Segundo alguns comentaristas do pedaço um outro comunista muito conhecido tinha alergia ao trabalho:João Saldanha.

    ResponderExcluir
  13. Por sorte,os carros de hoje cheguei a vê-los de perto.Meu pai em certa época teve um Dodge como o da foto,penso que 50 ou 51.Quanto ao Morris pertencia a um vizinho e era chamado de " Ford Inglês"...Segundo soube era um carro sofrível pois tinha problemas no motor e que parece que só melhorou quando se associou a outra fábrica.Mas são vagas lembranças,pois de carro entendo tanto como de arqueologia...

    ResponderExcluir
  14. Partidão, concordo plenamente. Saldanha nunca gostou de trabalhar, seu pai era do de um cartório em Copacabana. Só que era macho, defendia suas convicções políticas sem fugir do país como Chico Buarque e ou e outros covardes do mesmo calibre. E olha que peitar a ditadura militar era tarefa para muito poucos, pois as consequências eram torturas terríveis, além do consequente "chá de sumiço"...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca escondi meu desapreço pela ideologia marxista-leninista pelo imenso mal que causaram à humanidade, bem como o sofrimento causado à milhões de pessoas. Indivíduos que professam tal ideologia mas vivem nababescamente e muitas vezes às expensas do suor alheio merecem as mais severas punições, tanto morais como físicas. Esses artistas "Neoliberais", bem como políticos do escol de anormais tão em voga e que são filiados ao Psol, merecem ser submetidos às mais duras expiações morais, físicas, e espirituais. É uma pena que não exista mais o lago cheio de jacarés em um terreno situado na rua Barão de Mesquita na Tijuca, para que esses indivíduos fossem compulsoriamente obrigados a se banhar. Dizem que muito político fugiu do Brasil só em pensar nessa possibilidade.

      Excluir
  15. O prédio do antigo colégio era bem feinho, acredito que, porém, funcional.
    Os comentaristas Anônimos poderiam arrumar apelidos para facilitar. Um deles perguntou onde ficam, ou ficavam, aquelas casas antigas da foto 2. O mais provável é que estariam na Rua Barão de Itambí, mas o casarão no centro da foto, coincidência ou não, é bem parecido com um existente na Rua Orlando Dantas. Nesse caso a obra em andamento na 2ª. foto seria onde hoje tem uma edificação ocupada pelo Supermercado Pão de Açucar, mas que pode ser, ou foi, de propriedade da FGV, quem sabe?
    Conheci um comunista de carteirinha que era barbeiro e sempre passou dificuldades financeiras e muitas vezes foi ajudado pelo irmão dele que era capitão do Exército, com cestas básicas, ambos falecidos. A turma da base do partidão sonhava que qualquer coisa seria melhor do que eles chamavam de "capitalistas selvagens". Eles não viram que o capitalismo evoluiu e já não existe nada parecido com os "terrenos férteis" para radicais como a Rússia de 1917, nem a China de 1949. Talvez nem mesmo algo como a Cuba de 1958.

    ResponderExcluir
  16. BARCELONA !!!!!!!

    ResponderExcluir
  17. Aos 43 do segundo tempo precisava mais 3 gola. Fez os 3.
    FANTÁSTICO!

    ResponderExcluir
  18. Não me lembro de um dia ter assistido uma partida de futebol como acabei de ver. Não é sem motivo o fascínio que esse esporte exerce sobre seus adeptos, atletas ou não. Incrível!

    ResponderExcluir
  19. O mais triste é constatar que METADE dos cursos de direito no MUNDO estão no brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para ser mais preciso são cerca de 1.300 cursos, com apenas 400 considerados de qualidade. O aumento desses cursos deve-se a interesses eleitorais, ocorrendo geralmente em épocas de eleições. Existem remédios para isso, sendo o exame da ordem um paliativo. Há que haver uma solução definitiva para isso. Para tanto é preciso vontade política, caso contrário o Brasil continuará sendo conhecido como o país dos bacharéis. É fácil ser bacharel em Direito. Difícil é ser um bom advogado, e mais difícil é ser um bom Procurador Federal.

      Excluir
  20. Boa noite. Definitivamente, não gosto da obra do Niemeyer. Mas... é questão de gosto.
    Paulo Roberto, também conheci um comunista de carteirinha, um senhor admirável, gaúcho, trabalhava como porteiro de um colégio e era amado por todos os alunos, a quem aconselhava, quando percebia alguma malandragem...

    ResponderExcluir
  21. E Neymar foi o grande nome do Barcelona nas duas partidas contra o PSG.

    ResponderExcluir
  22. Boa noite, isso é um jogo de futebol. E mais não digo, porque me sinto incapaz de falar sobre o que vi hoje no Camp Nou, poderia analisá-lo de diversas formas e maneiras, por diversas situações, pelos diversos períodos em que o jogo se realizou, ou a mesclagem de todas elas, pois em nenhuma das análises retratariam nem de perto, o que foi esta partida de futebol. Só os verdadeiros amantes do futebol sabem avaliar o que sinto ao final do fim ou do começo desta partida eterna de futebol. Salve o Barcelona dos sonhadores e amantes do bom futebol.

    ResponderExcluir
  23. Agradecendo a lembrança do dia 08/03...!

    ResponderExcluir