Total de visualizações de página

terça-feira, 3 de março de 2020

RUA BARÃO DO BOM RETIRO





As duas primeiras fotos de hoje são da Rua Barão do Bom Retiro em 1972.

O curioso destas duas primeiras fotos é que o Posto Ton-Ton, que fica no nº 1864 segundo o Google Maps, continua lá, agora com bandeira Ipiranga no lugar da Atlantic. Fica numa esquina com as ruas Visconde de Santa Isabel e José do Patrocínio.

A última foto, já publicada, é de 1966 e mostra a esquina da Rua Barão do Bom Retiro com a Rua Dona Romana. Andar com as rodas sobre os trilhos de bonde nas ruas com paralelepípedos para evitar a trepidação, segundo já comentou o Prof. Jaime, chamava-se “chapinhar”. Eu desconhecia esta palavra sendo usada com este significado.

Fotos do acervo do Correio da Manhã.

23 comentários:

  1. O local se modificou bastante, a começar pelo próprio posto Tom Tom, que atualmente ocupa toda a esquina {fora da foto} da Visconde de Santa Isabel, Barão do Bom Retiro, e José do Patrocínio, já que as casas e o "sobrado" que aparecem na foto foram demolidas. A segunda foto mostra ao fundo a José do Patrocínio com as bombas de gasolina que não estão mais ali. A primeira foto aconteceu pouco depois da duplicação desse trecho da Barão do Bom Retiro como mostra a pista recém aberta, já que aquele pedaço de rua foi "tomado" do terreno do Antigo Zoológico que está fora da foto. Percebe-se na segunda foto a encosta do morro totalmente desocupada: agora só favela! A terceira foto é na região de um conhecido comentarista do SDR e provavelmente não é de 1966, já que o lotação que aparece bem como as "andorinhas", indicam que a foto se situa entre 1961 e 1965.

    ResponderExcluir
  2. Boas fotos do dia a dia da cidade e vários detalhes interessantes,como o do carro "chapinhando"..Posto Ipiranga costuma oscilar nas informações.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, Dr. D'.

    O sumido já deu as caras hoje, ainda tímido, mas a previsão ainda é de chuva para alguns lugares, mesmo fraca.

    Jurava ter visto antes pelo menos a primeira (ou a segunda) foto. A rede Atlantic foi incorporada há muitos anos pela Ipiranga.

    ResponderExcluir
  4. PS: ao que parece, o gerente e outros comentaristas comemoram hoje o "Natal".

    ResponderExcluir
  5. O homem que aparece na foto identificando o comentarista não é o Joel Almeida.

    ResponderExcluir
  6. Alô, alô galera estou de volta para desespero dos secadores do fotolog que neste começo de ano devem ter sofrido um bom pedaço com o nosso levanta taça.A briga mesmo começa amanhã e a nossa chave não é fácil,mas estamos aí para o que der e vier.Muito bom lembrar que o nosso melhor reforço continua sendo o VAR.Até mesmo na Taça Guanabara com os garotos em campo ganhamos graças a ele.O grande VAR.E as contratações feitas no inicio do ano não valem nada sem o VAR.Só ganhamos na mão grande como gostam os secadores de plantão.KKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corneteiro velho, eu venho comentando isso há mais de um ano mas vou repetir: "supõe-se" que está em pleno funcionamento uma imensa "lavanderia" e é uma questão de tempo isso vir à tona. Tomo como exemplo o time do Cruzeiro no ano de 2019. Um time caríssimo, com jogadores excepcionais, com uma folha salarial em torno de quinze milhões de Reais, e um forte candidato ao título. E quem era o "homem forte" do Clube? O senador Zezé Perrella. Para os desavisados e alienados, ele é o proprietário da fazenda onde um helicóptero foi apreendido com 450 Kg de Cocaína e "ninguém foi responsabilizado. E por que apesar do magnífico plantel o time do Cruzeiro foi rebaixado? Tem gente que gosta de acreditar em "tolices","mula sem cabeça", no PSOL, e na "magnífica capacidade financeira" do CRF. Eu ainda vivo em um mundo real ...

      Excluir
  7. Em Santa Teresa se diz trilhar, chapinhar é novidade. Está na foto um Chevrolet 1951. O lotação do Joel pode ser ônibus.
    O guincho é um Chevrolet, dos primeiros nacionais, entre 58 e 60. E na primeira fotografia um VW 1600 4 portas, táxi, de farois retangulares (até 69), mas sem as varandas dos parachoques. Um Aero-Willys pós 64 se esconde atrás de um automóvel popular e o guincho permanece ancorado..

    ResponderExcluir
  8. Andar sobre os trilhos sempre trazia um risco de se rasgar a lateral dos 'pneus Brasil', fabricados alí, em Benfica...

    ResponderExcluir
  9. O Chevrolet está com o estepe na dianteira,Sem a banda branca.Pode ter sido vítima do trilho e o dono não aprendeu....Tia Nalu era assidua naquela loja de retalhos.

    ResponderExcluir
  10. Comparem a foto colorida recém adicionada com a segunda foto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensava que essas favelas fossem mais antigas. Surgiram e cresceram em pouco tempo, com a ajuda da omissão do poder público e especialmente de um falecido governador que dizia "Podem invadir!", como se invasão e favela fossem solução para a falta de moradias

      Excluir
    2. Eu só alteraria o terceiro parágrafo, que ficou meio sem sentido. A última foto ficou sendo a colorida, não a de 1966.

      Excluir
  11. Na foto colorida já temos um espigão ao fundo,mas os 3 primeiros imóveis parecem inalterados e o quarto não teve a mesma sorte,totalmente modificado com gosto duvidoso....

    ResponderExcluir
  12. Bem, vamos lá: Com muita satisfação vejo que o Boteco não fechou e a galera tá novamente nos comentários.
    Primeiro quero dar uma boa noticia, principalmente para o Pastorzinho: A Charutaria Loló reinaugurou com nova direção mas mantendo o mesmo aspecto da época do Sr.Fernando e atualizando o mobiliário, dando um aspecto do antigo mas moderno. Tá tudo intacto e nos seus lugares de origem, os charutos e caixas a esquerda numa mesma disposição, quinquilharia no balcão da frente e lá atraz o Café coado Capital mas com uma nova máquina de café expresso. Na parte de charutos, preferência do Pastor, longos, medios e curtos. Alguma caixas de cubanos dão o toque de excelência dos produtos. Agora tem uma nova modalidade de venda: Fumo de rolo a metro. Vai ser a área favorita do Pastor. Tudo isso observado no sábado passado quando fazia pequenas compras com o Comando. Então por enquanto é só e parabéns do Dr.D pela insistência que não deixa morrer o Boteco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ceará,individuo,esta é uma boa notícia e na próxima ida ao Rio vou lá conferir,mas este negócio de charuto e fumo de rolo é praia de cearense,especialmente após o meio dia.
      Aproveitando o espaço estou preocupado com o recado que o Joel mandou para o Corneteiro Velho.Será que o nosso Flamengo está mesmo numa muvuca?O Palmeiras também,lá com Dona Crefisa.E o Galo agora com um banco?Se vero,o Corneteiro vai ter que ter muito pulmão para soltar o verbo em cima dos dirigentes.

      Excluir
    2. Boa noticia essa do fumo de rolo à metro. Vai ter muita gente "levando fumo"...

      Excluir
  13. Só hoje constatei o retorno do SdR! Certamente no recesso houve garimpo e teremos mais delícias cariocas! 455 Anos da Muy Leal e Heroica!

    ResponderExcluir
  14. Na primeira foto, realmente o sobrado e a casa não existem mais. Só estou achando muito grande a área do posto, mesmo na época.

    Esse posto era ou ficou muito mal afamado por dizerem que batizava gasolina. Eu somente abasteci ali uma única vez, há muitos e muitos anos.

    Na terceira foto, aparece um muro branco acima do vidro traseiro do carro. Acho que é o muro da atual AIACOM, uma associação de ensino ligada aos padres agostinianos e que funciona bem em frente à igreja dos mesmos, a Nossa Senhora da Consolação e Correia. A vila onde moro fica mais ou menos onde está a mulher cuja cabeça aparece acima do carro. A entrada da vila é recuada em relação à rua. Se a foto é de 1966, não sei se a minha vila já existia naquela época. Parece que a construção dela é de 1968, mas não tenho certeza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A rua Barão do Bom Retiro teve circulação de bondes até Abril ou Maio de 1965 mas de acordo com o que ocorreu em outros locais da cidade quando as "andorinhas" eram retiradas logo após a erradicação da linha, acredito, embora não tenha certeza, que isso tenha ocorrido no Engenho Novo. Mas o Hélio Ribeiro poderá dizer melhor.

      Excluir
  15. Boa Tarde ! Trilhei muitas vezes com lotação, com automóvel é mais difícil. Para o pessoal que gosta de andar com poucas libras na dianteira é melhor nem tentar.

    ResponderExcluir
  16. Atrasado para desejar um bom retorno.
    É só ver o letreiro da Atlantic que lembro da propaganda do "serviço nota dez".

    ResponderExcluir