Total de visualizações de página

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

IPANEMA


Mais uma foto do início dos anos 70 do acervo do F. Patrício, hoje mostrando o cruzamento da Rua Joana Angélica com a Rua Visconde de Pirajá, em Ipanema, na altura da Praça N.S. da Paz. Vemos um Karman-Ghia cruzando a Visconde, um táxi “Zé do Caixão”, três Fuscas, um Opala e dois ônibus da Ciferal.

 

O fotógrafo tinha, fora da foto, à esquerda a Padaria Ipanema bem na esquina, ao lado da saudosa Chaika (Visconde de Pirajá 321-A, telefone 27-6372). À direita ficava o Banco de Boston, hoje uma filial do Itaú.

 

Na quadra seguinte, à esquerda, além da Igreja de N.S. da Paz, cujo vigário na época era o legendário Frei Leovegildo Balestieri, grande empreendedor, ajudado pela beata D. Itália (aquela que distribuía rosas na saída da missa no “dia das mães”, mas apenas para as que portavam alianças de casada). Nesta época iniciava carreira nesta igreja o Frei Clemente, que se tornou famoso pela “missa dos jovens” que era realizada no Colégio Notre Dame, aí perto, no final da tarde dos sábados.

 

A igreja foi construída a partir de 1918, em homenagem à paz depois da 1ª Guerra Mundial. Foi erguida com o dinheiro da indenização pago pela desapropriação da antiga Igrejinha de Copacabana. Foi projetada por Gastão Bahiana, numa releitura do estilo neobizantino. Tornou-se a matriz da paróquia de Ipanema em 1920. Depois da Igreja vê-se o prédio onde funcionou o Colégio São Francisco de Assis e o prédio do Cinema Pax. Frei Leovegildo Balestieri, que instalou ar-condicionado para conforto dos fiéis ("quem gosta de calor é o Diabo no inferno!"), criou ao lado da Igreja a Obra Assistencial Casa Nossa Senhora da Paz, com serviços médico-assistenciais para a população carente. Dando vazão a seu lado empresarial, montou uma pequena indústria de azulejos no subúrbio, ganhou o controle do guarda-volumes na Central do Brasil e construiu o Center Hotel no Centro da Cidade. Em 1952 já havia inaugurado o Cinema Pax e, anos depois, abriu um rinque de patinação (o Gelorama), um boliche e um teatro de arena, tudo para arrecadar fundos para a Igreja. Também ali funcionou nas décadas de 50 e 60 a Academia Rudolf Hermanny e do Eitel Seixas. Chegou a ser sócio do Canecão. Exagerando, imaginou demolir a Igreja para a construção de um "shopping", onde ao lado de butiques e lanchonetes, haveria uma capela. Uma violenta campanha d´O Pasquim sustou a idéia e a Igreja está lá até hoje. Entretanto, "nosso" frei foi incluído naquele mural do Ziraldo no Canecão.

 

O Cine Pax, bonito prédio "art-déco", com suas colunas no alto da escadaria, foi inaugurado em 30/10/1952 e funcionou até 1977, quando foi substituído pelo Novo Pax, que foi demolido em 1979 e em seu lugar surgiu o “Forum de Ipanema”, um "shopping" luxuoso, nas galerias de um arranha-céu. O Pax tinha 926 lugares. Mais adiante, quase na esquina da Maria Quitéria, funcionou o cinema Roma-Bruni a partir de 1971, depois Bruni-Ipanema e, finalmente,  Star-Ipanema. Na esquina propriamente dita da Maria Quitéria há uma loja de sucos e, ao lado, havia a Imperial Flores que resistiu bravamente por décadas até que virou Sorveteria Itália.

 

Na quadra seguinte, à direita, fica a Praça N.S. da Paz. Esta praça foi aberta em 1894 pelo Barão de Ipanema e já se chamou Praça Coronel Valadares e Praça Souza Ferreira. Hoje, remodelada após as obras para a construção da estação do Metrô, voltou, gradeada, a ser utilizada pelos ipanemenses.

 

E uma lâmpada Thompson para lembrar dos velhos tempos ainda iluminava a Visconde.

23 comentários:

  1. Este frei era uma figura e tanto. Ele criou as missas Express. De meia e meia hora tinha uma. Às vezes a missa terminava é um auxiliar ainda dava a comunhão para os fieis. Rapidamente se cumpria a obrigação e se ia para a praia.

    ResponderExcluir
  2. Realmente um frei diferente e astuto.

    ResponderExcluir
  3. A padaria Ipanema que está no mesmo sobrado há mais de 60 anos vendia a melhor empada do bairro. Hoje em dia apesar da grande frequência caiu muito de qualidade.
    No alto da escadaria de entrada do cinema Pax havia uma lanchonete que foi a primeira a vender ice cream Soda no bairro.

    ResponderExcluir
  4. O Karmann-Ghia é 1971-72, com quebra-ventos e parachoques altos. O VW 1600 4 portas (Zé do Caixão) é dos primeiros, com seus farois retangulares, mas faltam as elegantes "varandas" que lhe conferiam um ar de sub-Mercedes. Talvez o taxista as tenha retirado.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia. Conheço bem esse local. Em 1977, em tratamento médico, frequentei o consultório situado no edifício Cidade de Ipanema cuja entrada aparece na foto. Minha ex-mulher morava na Barão da Torre, esquina com Maria Quitéria, o que me fez frequentar a região diariamente. Às vésperas de meu casamento e sendo obrigado a "correr os proclamas", tive que me submeter à tal formalidade na Igreja de N.Sa. da Paz e ocorreu um incidente desagradável. O pároco, um certo Frei Luiz, ao preencher um questionário, perguntou-me se eu era católico e acreditava em Deus. Respondi-lhe que acreditava, mas não era católico e sim espírita. Ao fazer as mesmas perguntas à minha então noiva, teve a mesma resposta. Daí, enfurecido, insultou-nos com diversos impropérios e expulsou-nos da igreja. Mas ele não contava com a minha reação. Aos gritos, eu o mandei para "diversos lugares", disse que não "quebrava-lhe a cara" devido à sua idade e que ele "pegasse a sua igreja e os proclamas e enfiasse...". Isso bastou para que ele me "excomungasse". Consegui "correr os tais proclamas" em outra paróquia, e segui a minha vida. Fatos como esse entre outros é que fizeram as igrejas evangélicas ganharem fiéis em tal quantidade que assustou a "Santa Madre Igreja". Infelizmente ganharam espaço os Macedos, os Malafaias, os Valdomiros, e toda uma imensa gama de espertalhões e aproveitadores do alheio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este é o único tipo de evangélico(a) que vale a pena: http://extra.globo.com/noticias/carnaval/evangelica-passista-vai-desfilar-sem-roupas-em-carro-alegorico-da-rocinha-20920663.html

      Excluir
  6. Bom dia todos. Local fora da minha jurisdição, muito embora nesta época já frequentasse a praia de Ipanema, lembro de ter assistido pelo menos um filme no Pax que foi Artur um Milionário, cuja a música do filme foi um sucesso mundial.
    Quanto a Igreja N.Sra. da Paz, entrei recentemente para um casamento do filho de um grande amigo, que se casou nesta igreja. O Chaika ia muito principalmente quando meu filho era criança e adora os sorvetes de lá. Já sobre os automóveis, o Dr.Luiz hoje identificou a todos que estão próximos, deixando para os mestres Gustavo e Dieckmann a responsabilidade de identificarem os que estão parados no sinal depois da praça.

    ResponderExcluir
  7. O Gelorama foi inaugurado em 1963,e funcionou pouco tempo.Nesse quarteirão moraram Garrincha e Elza Soares.

    ResponderExcluir
  8. Zé do Caixão sub-Mercedes?Tô ceguinho ou tô doidinho?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ceguinho, o marketing da Volks no Salão de 68 era claro. Painel de madeira (falsa), parachoques duplos, estofamento igual ao da Mercedes, a ligação era claríssima.

      Excluir
  9. Bom dia a todos. Os busólogos do pedaço darão maiores detalhes sobre as linhas de ônibus que aparecem na foto: a 403, indo para o Rio Comprido, e a 571, circular da zona sul.

    ResponderExcluir
  10. Minha afilhada Andreia foi batizada nessa igreja. O tempo passou para Ipanema e para mim.

    ResponderExcluir
  11. Luiz, parabéns pelo blog e os textos interessantes e bem elaborados.

    ResponderExcluir
  12. Na época da foto, para ganhar mais um pouco, ainda reparava televisores e equipamentos de áudio. Havia um cliente na Barão da Torre e quando ia lá, ao passar a pé por este trecho de Ipanema, parecia estar em outro mundo ! É no que dá morar na Ilha do Governador e não querer arredar o pé de lá....
    Jaime Moraes

    ResponderExcluir
  13. Observador Esportivo14 de fevereiro de 2017 18:28

    Que sufoco o PSG está dando no Barcelona durante o primeiro tempo!

    ResponderExcluir
  14. Observador Esportivo14 de fevereiro de 2017 19:37

    E confirmou no segundo tempo.

    ResponderExcluir
  15. O Barcelona foi atropelado por um caminhão. Só não conseguiu saber se era Renault, Citroen ou Peugeot.

    ResponderExcluir
  16. Com dor de cabeça, mesmo com analgésicos... tentando dar uma distraída por aqui:

    1- Merecidos os parabéns supra, o fotolog teve um "upgrade" sensacional! E outra coisa que eu reparei mas não li registro sobre isso: Não tem mais aquela restrição de número de caracteres!

    2- Luiz, eu sempre achei que a loja Futurista seria a loja mais antiga de Ipanema em atividade! Há algumas semanas fui lá comprar uma camisola e um pijaminha capri, conversei com aquele senhor, proprietário. Perguntei se ele confirmava isso, e não é que é a Padaria Ipanema a mais antiga do bairro? Acrescentou que antigamente era proibido vender pão antes de uma determinada hora(?!), e ele ia para a escola com fome! Até que o pai dele foi lá e conversou com o responsável, e parece que conseguiram chegar a um acordo, vendia meio na "surdina" ou algo assim!

    Estive nessa igreja há poucos meses, assistindo um ótimo concerto do "Música no Museu", uma grande amiga é violinista, foi ótimo!

    Padre Jorjão lá estava, de bengala, simpático e sorridente! Já fui abençoada por ele em outra ocasião...

    É interessante essa igreja, ampla, refrigerada, e tive acesso a outros recintos que desconhecia, indo de elevador para o local onde os músicos ficam antes e depois do espetáculo. A vista é ótima, de frente para a praça! Deve ter sido uma grande sacada levantar a Igreja aí, com a indenização. Foi a primeira do Rio a ter ar refrigerado, talvez. Havia algo nesse terreno antes da construção Igreja?

    Chaika, que tanto marcou época, agora uma impessoal...Riachuelo!

    Ouvi ou li ou disseram que Chaika seria nome de uma ave russa!

    ResponderExcluir
  17. Esse é o frei seria ótimo garoto propaganda da Calango Air, cujo gerente anda sumido do nosso Bar SDR. Na rede internacional de computadores se acha de tudo, procurei imagens do "Sub-Mercedes" original e além dele encontrei até projetos feito por internauta de como seria um moderno "Zé do Caixão" atualmente, inclusive no padrão de táxi do Rio.

    ResponderExcluir
  18. Pelo resultado, considerando-se que a vítima foi a grande potência futebolística da Catalunha, quem atropelou foi um metrô parisiense. Li um comentário dizendo que, além de Messi e Suárez, Neymar também ficou "sumido" ou algo parecido. Alguma surpresa? Alguém sabe dizer se esse brasileiro jogou bem quando os principais companheiros não estão bem em partidas contra times considerados fortes? Até no Santos ou Seleção principal, teve ou tem uma ou mais jogadas bonitas em momentos em que o jogo está "encardido"?

    ResponderExcluir
  19. Plinio, missa "express" foi ótimo!

    ResponderExcluir
  20. alguém sabe o nome de um restaurante que ficava na Barão da Torre em frente à Praça Nossa Senhora da Paz mais para Joana Angélica Ou era final anos 70 ou começo anos 80. Servia pizzas dentre outras coisas e tinha decoração curiosa com varais de roupas à La Nápoles. Não consigo lembrar o nome. Foi badalado. Não era o Varanda. Esse ficava Maria Quitéria em frente à praça. Não consigo achar o nome deste restaurante.

    ResponderExcluir