Total de visualizações de página

quarta-feira, 17 de maio de 2017

CASA DO VATICANO




Em adendo ao "post" de ontem, temos mais três fotos pesquisadas pela prezada Conceição Araújo. Mostra uma reportagem sobre a Casa do Vaticano praticamente em ruínas, em seus últimos tempos, quando abrigava, em condições precárias de higiene e moradia, oito crianças, de seis meses a dez anos, com sua mãe, D. Cecília Guerreiro, e o irmão desta, que não quis identificar-se.
 
O prédio fica na esquina da Djalma Ulrich, mas a entrada é pelo portão dos fundos, que dá para a Rua Aires Saldanha.
 
Está situado no centro de um terreno de 1600 metros quadrados, coberto de entulho e sombreado por duas ou três mangueisas. As portas e janelas estão fechadas, pregadas por tábuas. As paredes, descascadas e sujas.
 
Nos fundos, há três carrocinhas de pipocas, que D. Cecília disse pertencerem a “Pepe, da Santa Casa”, que lhe paga uns trocados para guardá-las. Ela diz que é vigia do prédio, a mando de um “capitão Jorge, da Marinha”, que ela não sabe onde mora nem onde pode ser encontrado.
 
D. Cecília mora numa saleta adaptada, que também faz às vezes de cozinha. Os móveis são velhos, parecendo ter sido recolhidos em depósitos de lixo. Os colchões, colocados em cima de sofás esburacados, estão amarelos de sujos. O chão é de cimento. Por toda parte exala um cheiro ativo de mofo.

37 comentários:

  1. Excelente resgate de uma das últimas casas da avenida Atlântica. Lembro que no antigo fotolog muito se falava da dificuldade de achar fotos dela.
    Esses problemas de inventário é comum e aqui perto de casa há muitos terrenos abandonados à espera de solução.

    ResponderExcluir
  2. Esses problemas de inventário SÃO comuns

    ResponderExcluir
  3. Pepe,no meu tempo,era ponta esquerda do Santos e hoje temos um Guerrero...**Vai para a justiça e aí fica-se a mercê dos doutos.É impressionante a desconsideração para com. o cidadão que ainda precisa pagar nota preta a advogados e correspondentes.Grande espanto...
    Aqui em Vix iriam dizer que no local havia cabeça de burro enterrada,em função das confas...***Nalu,Papai Joel vai voltar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Papai Joel vai voltar para dar aulas de inglês aos jogadores!

      Excluir
  4. Mais informações da mesma reportagem: Nesta época o piso das salas estava atravancado por tijolos, telhas e terra do telhado, que desabou. O varandão tem dez colunas neoclássicas e um terraço semicircular que dá para os fundos. São cinco aposentos, com as paredes internas quase que totalmente arruinadas e cinco janelas dando para a Rua Aires Saldanha.
    A casa pertenceu ao comendador italiano Lincoln Nodari, que m oru nela por muitos anos com sua mulher, Stefania Plaskowieka, uma polonesa. Ele morreu em 1969 e ela em 1973. Não deixaram descendentes. D. Stefania não fez testamento. No inventário apareceu como única herdeira uma filha adotiva, que era governanta do casal: Jadwiga Swirski, que herdou mais de cem imóveis, títulos e ações, e viveu no casarão até ser destituída como inventariante por Maria Henrika Siwek.
    A Henrika se juntaram outras pessoas residentes no exterior que reclamavam os bens deixados pelo comendador.
    E aí o “imbróglio” foi para a Justiça.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia. A justiça no Brasil é caríssima, milionária, ineficaz, perdulária, e política. Sempre atrelada à um Ministério Público igualmente "refém" de vantagens absurdas e inadequadas, é caracterizada por uma lentidão que faz com que muita gente desista de seus pleitos. Dona de estrutura milionária onde seus membros podem ter como "punição mais grave" a aposentadoria compulsória com todas as vantagens, é uma instituição praticamente imune a qualquer fiscalização externa, já que a mesma é feita por seus pares e nesses, o resultado é conhecido de todos. É a principal razão de o Brasil ser um dos mais países mais desiguais do planeta e sua reforma é mais do que necessária para que o país possa se considerar em pleno gozo do Estado de Direito.

    ResponderExcluir
  6. Eu que o diga. Estamos num inventario que já acumula 7 anos.

    ResponderExcluir
  7. Bom dia a todos.

    Essas fotos de hoje impressionam pelo abandono. Salvo engano, são dos anos 80. Pelo texto da Conceição Araújo, a Help também era dos anos 80. Como resolveram (se é que resolveram) o imbróglio para instalar a danceteria e, mais recentemente, demolirem o local para construir aquela coisa?

    ResponderExcluir
  8. A palavra "inventário" me dá urticária instantânea. É traumatizante e revoltante, principalmente pela burocracia megatérica, vagarosa, onerosa e muito burra.

    ResponderExcluir
  9. O Andre Decourt descobriu uma outra reportagem do JB em que havia uma lista dos bens herdados pela governanta: um apto. na Praia do Flamengo 116, 14 apartamentos e 2 lojas na Rua Antônio Vieira 18 (Leme), 2 salas na Rua do Carmo 6, prédio e terreno na Rua Santos Dumont 460 (Petrópolis), 90 lotes de terreno no Parque Stefania no Saco de São Francisco, título de sócio do Jockey Club Brasileiro, etc, etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A justiça deveria ser célere, de acordo com um de seus próprios princípios basilares mas a verdade é bem diferente. Nos EUA, o sistema judicial funciona como uma engrenagem onde todas as suas peças possuem a sua função e desempenham seus papéis com isonômica importância ou seja, "cada um no seu quadrado". Com isso a palavra "justiça" tem o seu real sentido estrito. Esse ranço da desigualdade da justiça brasileira remonta aos tempos das "ordenações Manuelinas e Filipinas" e continua na forma dos privilégios e benesses do poder judiciário de hoje e que foram agravados após a promulgação da constituição bastarda de 1988. O poder judiciário afronta a própria constituição concedendo vencimentos bem acima do limite constitucional a seus membros através dos "auxílios" de moradia, alimentação, saúde, e educação, fazendo com que um juiz de primeira instância receba vencimentos em torno de 80 Mil Reais apesar de o "teto constitucional" para eles seja de cerca de Trinta e três mil Reais. Circula em redes de WhatSapp o contracheque do juiz Sergio Moro, no montante de Sessenta e Quatro Mil Reais LÍQUIDOS! Com isso, o Ministério Público percebe as mesmas vantagens, fazendo com que o os vencimentos e vantagens do poder judiciário e do Ministério Público ultrapassem as raias da moralidade, tornando seus membros "marajás de altíssima linhagem". Contudo, o serviço jurisdicional prestado por essas classes é inversamente proporcional ao seu altíssimo custo, fazendo com que a justiça brasileira seja comparável a de países africanos. Se comparada a países sérios e desenvolvidos, mostra o quão é infame este país. Na Suécia, por exemplo, não existem carros oficiais, auxílios, benesses, e qualquer tipo de foro privilegiado. Na Inglaterra, juízes não recebem um salário fixo, pois possuem uma conta "em aberto" de onde retiram apenas o necessário para suas despesas. Comparar o Brasil com qualquer nação séria é uma afronta à essas nações. O cidadão comum não conhece esses absurdos pois se conhecesse, não cantaria "loas" à essa terra salgada e inutilizada..

      Excluir
    2. Joel,vc tem muitas razões n minha avaliação.Aqui no ES eles dão um belo exemplo e simplesmente não cumprem a Lei de Responsabilidade Fiscal,conforme divulgado pela imprensa.Estavam até pouco tempo com um rombo enorme.E cheio do que foi batizado de "penduricalhos".Gastos com auxilio moradia...Cada juiz,desembargador e congêneres recebendo em torno de 5 pilas...E depois querem saúde e educação..É um grande espanto.E depois criaram o "efeito cascata",onde conselheiros de tribunais de contas,procuradores e defensores estão nas mesmas condições.E o pior: a ineficiência. É de lascar....

      Excluir
  10. Na primeira foto tem duas imagens de mulher, em trajes do início do século 20, conversando numa das entradas embaixo, fantasmas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Observador de ectoplasmas17 de maio de 2017 11:20

      Não dá para ver quaisquer mulheres com o mínimo de nitidez, mas se forçar a barra elas aparecem por todos os lados.

      Excluir
    2. Sr. Observador de Ectoplasmas,
      Dá para ver nitidamente duas mulheres na primeira foto.
      Uma loira, cabelos longos e outra morena cabelos negros.
      Com maior esforço tb dá para fazer um caça aos fantasmas.
      O que será aquele forte foco de luz, tão forte que obstrui a visão de uma das entradas da varanda? Abaixo do foco uma estátua ou ????????? rs
      Zoom 200.

      Excluir
    3. Observador de ectoplasmas18 de maio de 2017 15:11

      Paulo, revendo a postagem, realmente há duas mulheres na entrada, mas não se pode afirmar que usam roupas do início do século. Talvez, devido à pobreza dos moradores.

      Excluir
  11. Continua o Decourt: Em 24/06/1983 o Terraço Atlântico, primeira casa do complexo da Help, era inaugurado. Tendo como sócios as seguintes casas Cirandinha, Churrascaria Copacabana, Pomme D'Or, Monte Carlo, a Bonnie e o Mab's. A cozinha veio do Antonino e do Nino.

    Essa notícia confirma que a velha casa foi envolvida pelo complexo por causa do inventário que ainda rolava.

    ResponderExcluir
  12. Peralta,o implicante17 de maio de 2017 11:12

    Vi o testamento da Tia Nalu.Meu nome tá lá.Um sitio com pedalinho e tudo.

    ResponderExcluir
  13. Observador imobiliário17 de maio de 2017 11:14

    Curioso como um casal de imigrantes reuniu tantos bens espalhados pela cidade.

    ResponderExcluir
  14. Bom dia a todos.
    Realmente é muito triste ver uma bela construção ser relegada a esse estágio de degradação.
    Essa coisa de herdeiros penso sinceramente de que deveria mudar.
    Anos atrás quando tomei conhecimento de que nos EUA você não é obrigado a deixar nada para filhos e parentes, não vi isso com bons olhos. Porém, hoje, vejo de que EU estava errado. Os EUA é que de fato estão certo. Há exemplos de vários empresários norte americanos que nada deixam para a família preferindo deixar para Instituições de Caridade ou Fundações.
    Não lembro mais quem foi o empresário mas certa vez, li de uma reportagem sobre isso em uma revista e esse empresário norte americano dizia o seguinte: "O maior e melhor patrimônio que eu poderia deixar para os meus herdeiros eu já deixei que foi do investimento maciço em educação."
    Outro imbróglio é o caso da Barra da Tijuca com os chamados "donos e herdeiros".
    Até hoje não sabem se o dono é um libanês, um italiano, ou um chinês.
    Ainda bem que não tive dessa aterradora experiência na Justiça brasileira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Observador de costumes17 de maio de 2017 11:43

      Quem disse a frase foi o ator Henry Fonda.
      Bill Gates deixará muito pouco para os filhos.
      É complicado apontar qual seria o melhor sistema, quanto para os herdeiros e sociedade.

      Excluir
  15. Esse novo MIS em construção é tremendo "paredão" cinzento para os lados da Rua Djalma Ulrich e principalmente para a Aires Saldanha.

    ResponderExcluir
  16. Observador judiciário17 de maio de 2017 11:35

    O sucesso da Inglaterra e dos países sob sua influência é a muito mais azeitada justiça. Os resultados aparecem em pouco tempo. Nestes lugares as pessoas não têm medo de comprar, vender, fechar um negócio. A economia avança.

    Não me impressiona que a renda per capita da África do Sul seja 4X a do Brasil e que a Índia esteja muito mais adiantada no setor tecnológico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Observador judiciário17 de maio de 2017 17:41

      Uma correção do Brasil: Na verdade o PIB per capita brasileiro é cerca de 50% maior que o da África do Sul. Do artigo do qual tirei a informação o autor fala em 2X maior, mas usa o índice Big Mac:

      tinyurl.com/kdyf87v

      Excluir
  17. O "custo brasil" é o motivo da ineficiência. Além dos impostos escorchantes, tem o "por fora" "do político", o "do TJ", o "do MP", o "do deputado", o "do traficante", o da "ong", etc. Uma mídia tendenciosa noticia diariamente a concessão de Bilhões de Reais destinadas a "emendas parlamentares". Mas isso não conta, não é mesmo? Mas o que conta é o projeto da mega expropriação denominada"reforma da previdência", onde sob o pretexto de um suposto "rombo", pretende-se destinar o montante expropriado ao sistema bancário para amortizar a dívida pública em proporções inaceitáveis. A propaganda governamental mostrando um senhor negro humilde dizendo que perderá sua aposentadoria e seu neto não irá se aposentar caso tal reforma não seja aprovada, mostra a covardia praticada em desfavor de pessoas humildes e incapazes de compreender o embuste, pessoas essas que consistem na grande maioria da população brasileira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joel,
      Ligo toda vez que a propaganda paga com o nosso dinheiro aparece. O telefone é 40022884 - Central de Relacionamento da Globo. Antes era veiculada só à noite.
      Os Sindicatos do Rio Gde do Sul (nove) solicitaram à Justiça suspensão em virtude do Parágrafo Primeiro do Art. 37 da Constituição Federal em Ação Civil Pública. A proibição veio por meio de sentença da Exma juíza Marciane Bonzanini em 15.03.2017, extensiva a todo o Brasil. Só a Plim/Plim não cumpre.

      Excluir
  18. Bom dia a todos. Do prédio da fotografia não conheço nada. Dos absurdos da justiça, legislativo e executivo do Brasil, não discuto mais, porém sei como acabar com essa esbórnia.

    ResponderExcluir
  19. O "chinês" da Barra da Tijuca na verdade era de Cingapura. Ele comprou uma grande extensão de terras, cerca de 1/4 de toda a Barra de hoje, da Empresa Saneadora Territorial Agrícola (ESTA), que havia comprado dos monges beneditinos, que por sua vez tinham recebido por doação de uma solteirona corola da família de Estácio de Sá.

    O chinês era visionário, logo depois de ter construído o Nova Ipanema e o Novo Leblon foi pessoalmente à França negociar a vinda de um supermercado Carrefour para o local, que até então não tinha nada além de muito mosquito...

    ResponderExcluir
  20. Moleque Travesso17 de maio de 2017 13:16

    Herança Maldita?Na história da Tia Nalu o mordomo tem nove dedos.

    ResponderExcluir
  21. FF:Alô galera do Flamengo,imagino que vamos passar sufoco.Espero estar enganado.Sábdo fiquei na bronca mais uma vez,quando o Atlético voltou mandando no segundo tempo.E mais uma vez tivemos novidades,com Berrio e Mateus Sávio como titulares.Contra o outro Atlético (Goiás) foi duro de ver.Hoje deve ser outro time e ao que indica jogando com o regulamento.Tá difícil de entender...

    ResponderExcluir
  22. Observador Esportivo17 de maio de 2017 14:31

    O técnico é uma versão do O.O. Berrio é um Cirino com mais força. Qualquer bola alta vai ser perigo de gol com aquele goleirinho. O jeito é torcer para a Católica derrotar o Atlético.

    ResponderExcluir
  23. Meu Deus! Mala com dinheiro, rastreada...
    Mesada na cadeia para comprar silêncio de Cunha...
    Gabinete fechado até essa hora...
    Rodrigo Maia? Eleição Indireta?
    Delação premiada para Cunha? Dar prêmio a delator criminoso que mesmo na cadeia recebe suborno?
    Uma poesia citava o Rio Doce que virou um mar de lama.
    Uma evidência citou um lava a jato. E agora, José?
    House of Cards postou: Está difícil competir (com o Brasil).

    ResponderExcluir
  24. Peralta, ó redivivo implicante, tia Nalu não tem sítio e muito menos pedalinho. São de um amigo dela. Portanto esse "testamento" é paraguaio.
    Moleque Travesso, o mordomo de nove dedos não é o único nessa história de terror. O palácio mal-assombrado contratou o mordomo do Conde Drácula para uma participação especial. Curta temporada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa da curta temporada foi ótima. Agora é aguardar se vai ser licença médica para o encerramento dessa peça de terror, um simples pedido de demissão ou um prolongado processo de justa causa.

      Excluir
  25. Agora a casa caiu. Contra fatos não há argumentos. Não sei o que mais esperam para por ordem na casa e limpar a sujeira. Vamos aguardar os acontecimentos.

    ResponderExcluir
  26. Zé Ricardo "prestigiado" por causa do Carlos Alberto.

    ResponderExcluir
  27. Observador observante18 de maio de 2017 20:44

    Sou francamente a favor de uma revolução. No fim de uns 20 anos, pelo menos, uma monarquia parlamentarista.

    ResponderExcluir