Total de visualizações de página

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

CAMELÔS


 
Desde há muito tempo o problema “camelôs” é motivo de controvérsia no Rio.
Reportagem do Correio da Manhã de 1962 faz duras críticas aos camelôs: "Os camelôs estão aí, tomando conta da cidade. Já estavam aí há muito tempo. Agora, com certa lei da Assembléia carioca (que permite a incapacitados físicos o comércio sem imposto nas ruas), estão aí em número bem maior. Mas não são incapacitados físicos: são desclassificados, marginais, grandes artistas que fingem deformações ou cínicos que nada fingem porque tão têm o que fingir - a fiscalização não existe."
Na segunda foto a bengala pendurada sugere que a barraca de camelô é de um cego, Mas este não está presente, burlando a fiscalização.
Pergunta: onde estariam os camelôs nas fotos acima?

38 comentários:

  1. Bom dia!

    Lembrei de uma sumyda que com certeza sabe onde é o local da foto.

    ResponderExcluir
  2. Não compro nada em camelô, exceto guarda-chuvas. Aí, acho um serviço de utilidade pública e muita gripe já deve ter sido evitada com a venda relampejante que surge aos primeiros respingos. Muito bom. Na primeira foto, um Chevrolet 40, táxi, com certeza. Alguém identifica os prédios ao fundo?

    ResponderExcluir
  3. A "camelotagem" há muito faz parte da paisagem do Rio, com todos as mazelas e problemas inerentes à essa atividade. Produtos de roubo, contrabando e de qualidade duvidosa, houve tempos que a criatividade dos vendedores chamava a atenção para seus produtos, formando um folclore que tornava divertido apreciar a venda, mascarando sua origem espúria. Gente hoje famosa não tinha dúvidas em mencionar o seu passado de camelô e alguns futuros vendedores de empresas tiveram essa atividade na sua formação. Conheci um deles, um argentino que foi Gerente Geral de Vendas da Fórmica. Quanto aos locais das fotos os palpites: a primeira na Mal. Floriano e a segunda na Primeiro de Março.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia. Como se vê, o problema é antigo, mas em comparação com os tempos atuais era ínfimo. Atualmente são verdadeiras quadrilhas que atuam na camelotagem e que além de crime contra a ordem tributária, são responsáveis pelos crimes receptação, contra a propriedade imaterial, e associação criminosa, sem contar diversas infrações administrativas. A camelotagem é um problema insolúvel. Ff Com a permissão da gerência, vou dar ao "suposto anônimo" que invariavelmente tenta desqualificar as minhas postagens e a minha pessoa, uma sugestão: "Carpe dien"(aproveite o dia), o tempo está ótimo para passear com o cachorro (ou cadela) e aproveitar a brisa marinha...

    ResponderExcluir
  5. Já não se consegue mais andar pelas calçadas do Centro, tamanha a quantidade de camelôs. O bispo prefeito acha que inclusão social é liberar a bagunça para venda de mercadorias piratas, contrabandeadas ou roubadas, numa competição desleal com os lojistas que pagam todos os seus impostos e altíssimos aluguéis comerciais. É um círculo vicioso: lojas fechando e os empregados irão fazer o que sabem com o recurso que têm: virar camelô.

    ResponderExcluir
  6. Incluí-me entre os que nunca compraram em camelô. Uma foto é com certeza na Primeiro de Março, a outra pode ser na São José.

    ResponderExcluir
  7. Postagem de camelô,de fato, nos faz lembrar a antiga e desaparecida comentarista de Campinas,costumaz usuária dos serviços prestados pelos representantes da categoria.Um espanto!!***Na ultima passagem pelo Rio,já comentei aqui,fiquei assustado com a quantidade de ambulantes em Copacabana.Sem nenhuma ordem eles tomam conta de calçadas e tudo o mais e a fiscalização parace zerada.Ali no centro,região do Saara,pelo menos são mais organizados.
    O interessante nos camelõs de antigamente era a facilidade para manusear os artigos à venda que nunca funcionavam com em suas apresentações.Outro espanto...

    ResponderExcluir
  8. Peralta,o implicante10 de agosto de 2017 08:42

    Tia Nalu sabe perfeitamente onde eles estão.Continua presidente da SOCACA - Sociedade Carioca de Camelôs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Peralta, o implicante, comprou uns docinhos na rua e está com piriri até hoje.

      Excluir
  9. A prefeitura do Rio já cadastrou milhares de camelôs e possui alguns centros de comércio ambulante, mais conhecidos como "camelódromos" e que são verdadeiras "shoppings". O da rua Uruguaiana é fantástico em termos de variedade e a maioria dos produtos vendidos possui nota fiscal. O que não quer dizer que muito produto ilícito não seja vendido ali. Celulares, aparelhos eletrônicos, estimulantes sexuais, energéticos, inibidores de apetite, e até Cytotec, um abortivo de venda proibida. Ocasionalmente a Polícia Civil, e em especial a DRCPIN, mais conhecida como "Delegacia da Pirataria", realiza grandes operações onde peritos criminais examinas todo o material apreendido. A lojas de conserto de celulares são excelentes e bastante procuradas. São lojas legalizadas e que atendem a pessoas de todo o Rio de Janeiro. No meio daquele dédalo de corredores existem pessoas que oferecem os "proibidos". Caso se interessem, o vendedor desaparece para instantes depois surgirem com o produto oferecido. Mas um detalhe é fundamental: Não comprem celulares ali em nenhuma hipótese, nem mesmo com nota fiscal pois os produtos, quase sempre roubados em lojas de shoppings, possuem rastreador e fatalmente seu comprador perderá o aparelho além de responder pelo crime de receptação, Art. 180 do C.P.

    ResponderExcluir
  10. Bom dia a todos. Como se pode observar no texto do mestre Dr. Luiz D', os problemas do Brasil são todos originários dos nossos políticos demagogos e da conivência da sociedade, sempre criando leis demagógicas para proteger vagabundos e marginais. É lei para camelô, é lei Fleury, são leis de redução de pena de bandidos condenados, lei para condenado ter encontro com mulheres em presídio, lei para sair da prisão em dias das mães, pais, natal. É lei que diz que político só pode ser preso por crime cometido com autorização do Congresso, Presidente não pode ser julgado por crime cometido antes do mandato, é lei para Juiz que após ser condenado, é aposentado com salário integral independentemente do crime e da idade que tenha. É legislação que confere aos poderes aumentarem seus salários ao seu bel prazer, lei que possibilita a criação de benefícios para categorias que tem os salários mais altos do serviço público, com auxílio moradia, auxílio educação, etc. Se for enumerar as leis imorais que existem no Brasil, vou ter que lembrar o mestre Monarco da Portela, hoje eu não vou terminar.
    A 1ª foto não sei onde é, porém com certeza não é a 1º de Março e Marechal Floriano, já a 2ª foto é a Igreja do Rosário e São Benedito na R. Uruguaiana antes do incêndio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este é o país das leis que são elaboradas para interesses próprios.

      Excluir
    2. Lino Coelho, esse "circo" que assistimos e dele somos os palhaços, foi montado para essa finalidade. Isso já foi debatido aqui e não vou me estender no assunto, pois nosso "velho conhecido", o "anônimo", vai iniciar o blá blá blá de sempre, mas o remédio para o mal será amargo. Nada a ver com a Lei 5941/73 que foi promulgada por Médici para proteger uma certa pessoa das acusações que lhe eram imputadas pelo M.P Paulista e que apenas concedia o direito do réu se livrar solto caso tivesse endereço fixo ou fosse primário.

      Excluir
  11. Bom dia!
    É difícil comentar esse tema sem entrar em polêmicas. É sintoma de degradação urbana. Com a crise e o desemprego encontramos, cada vez mais, locais ocupados por ambulantes de todo o tipo. Meu bairro, até há pouco tempo, não sofria com esse problema. Agora já tornou-se difícil transitar por alguma calçada que não esteja ocupada por eles.
    O pior sinal dessa deterioração é que já não são mais os camelôs "clássicos", que vemos nas ruas. Há uma população miserável que se estabelece sob viadutos e outros locais onde espalham objetos e roupas - que provavelmente recolheram nos lixos - e os colocam à venda. Há freguesia.

    ResponderExcluir
  12. Bom dia a todos.
    Já disse isso aqui por diversas vezes.
    A sociedade brasileira, especialmente a carioca foi para o Espaço há muito tempo!
    Quem manda no país hoje são as muitas Organizações Criminosas, de vários segmentos de um sociedade podre como é a sociedade brasileira.
    Camelô é um mal dos tempos modernos em várias partes do mundo e não só aqui.
    Acontece de que o camelô de hoje em dia são formados por bandidos em sua maioria.
    Quem não concordar convido a ir até a porta da antiga Slopper dar uma olhada.
    E mais. Aquilo que vocês chamam de camelodramo para mim não passa de um FAVELÓDRAMO, com indivíduos mais parecendo egressos do sistema penal ou de uma boca de fumo trabalhando ali.
    Outra coisa: Não se esqueçam de que as chamadas ONGS, sempre elas, em conluio com a classe política, sempre eles, criou uma nova modalidade de camelô, os chamados REFUGIADOS.
    O que aconteceu na semana passada em Copacabana, não foi um caso isolado não.
    Daqui a pouco vocês começaram a ver muito daquilo pelas ruas pois os antigos camelôs, veteranos assim nas ruas do RJ, não irão permitir de que os refugiados disputem seus espaços.
    Ou será que vocês nunca viram árabes vendendo esfias em carrocinhas nas ruas, africanos vendendo miçangas e outras quinquilharias, e peruanos vendendo seus artesanatos em cada esquina dessa cidade, além, é claro, dos XING LINGS vendendo seus produtos por aí?
    Agora basta saber dos venezuelanos. O que esses vendem eu ainda não descobri.
    RJ virou terra arrasada minha gente, assim como o restante do BRASIL.
    A "estranha cidade do Sudeste" tem o maior esquema de pirataria do país.
    Na boa?
    Brasileiro adora crimes, desordens, burlar leis, dar volta nas pessoas, ser o mais experto, especialmente o Carioca. Brasileiro também adora pedintes, moradores de ruas, trombadinhas, bandidos, favelas, e etc.
    Se há essas coisas é porque a sociedade aplaude.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comentarista Wolfgang,nunca sei se o senhor é a favor ou contra.Eu por exemplo estou aqui zuado com o administrador do blog que deve ter amanhecido de mau humor para publicar estas porcarias ai de cima.Imagens horrorosas e o próprio jornal lá no texto faz uma classificação que vai de marginais a cínicos para nominar esta categoria.Não gostei destas postagens de hoje neste sítio e é mais um motivo para continuar sendo Do Contra.

      Excluir
    2. Do Contra.
      É óbvio de que sou CONTRA a esse estágio de degradação social, intelectual, de caráter, econômico, político, e tudo o mais o qual o Brasil chegou.
      Não é querer dar razão ao Joel, mas essa espécie de Brazilian Soweto, infelizmente é a condição mais baixa que esse país já chegou antes do estágio Mad Max.

      Excluir
  13. O governo federal vai congelar o aumento salarial previsto para janeiro pelo menos por um ano.Seria uma excelente medida diante da atual situação se fosse para todos.Não e o que vai ocorrer com alguns privilegiados botando a mão na massa.

    ResponderExcluir
  14. Bom Dia! Camelo só existe porque tem quem compre o que ele vende.Pobreza só existe porque tem quem se alimente dela.Se não tivermos urgente uma lei que obrigue o Estado a fazer laqueadura compulsória em toda mulher que não tendo condições de criar um filho,insista em ter o segundo,não teremos o tão sonhado País desenvolvido,e enquanto isso, quem trabalha,vai continuar trabalhando para sustentar aqueles que vivem as custas das muitas "bolsas" fornecidas pelos vários "programas" do Governo. Em tempo: Se algum esquerdopata( sei que por aqui tem alguns)ou alguém que ainda pense da forma que a igreja dele manda ele pensar, e quiser rebater o que escrevi,digo que vou ter que sair,mas as 22hs estarei de volta.

    ResponderExcluir
  15. "Outro Anônimo", seu comentário foi bem sacado mas é impossível de ser publicado.

    ResponderExcluir
  16. Como havia previsto aquele joguinho de ontem foi uma tremenda galinha morta e não dá para saber o que vai acontecer com o Flamengo neste returno.O interino Jaime parece estar com sono permanente e como era auxiliar do Ruela não se pode esperar muita coisa.Dizem que o gringo ainda vai ter que passar por período de adaptação e esperar alguns trâmites burocráticos para realmente trabalhar.E ao que a coisa vai se complicando e a disputa com o Botafogo pela Copa do Brasil não vai ser fácil.Tenho que cornetar ainda Palmeiras e Galo Mineiro que deram vexame.Equador e Bolivia mandando o nosso futebol para as cucuias é mais um vexame e prova que nossos times estão em baixa.

    ResponderExcluir
  17. Dentro do assunto da postagem a administração Crivella vai de vento em popa. Acaba de autorizar 4.00o novas licenças para ambulantes. E ordenou à GM a abordar de forma "educativa" (sic) os ambulantes antes de qualquer repressão. E falando em GM, cuja chefe é uma evangélica, o seguinte absurdo: http://g1.globo.com/globo-news/jornal-globo-news/videos/v/guarda-municipal-do-rj-faz-censo-religioso-e-agentes-afirmam-que-estao-sendo-constrangidos/6068052/ Tudo já era esperado.

    ResponderExcluir
  18. Mauro,o mundo não acaba porque existe o pobre. Veja os europeus, não repõem a população. Em algumas gerações o velho continente terá sua população substituída por árabes e africanos. O que já está acontecendo, uma reconquista às avessas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anonymus.
      O que você disse é uma grande verdade que o pessoal do norte do mundo não quer ver.
      Falar de que só o Brasil é um país miscigenado é um verdadeiro desconhecimento do mundo atual.
      A Europa inteira está em curso rápido para a miscigenação total.
      Eles escondem isso o máximo que podem mas vai chegar um momento de que não terão mais como esconder.
      As três Américas são miscigenadas e, em breve, o Velho Mundo estará totalmente miscigenado como o senhor bem observou.
      Pelo menos essa arrogância os europeus vão ter que perder, nem que seja na marra!

      Excluir
    2. Wolfgang, essa estória de "miscigenação" é muito bonita em samba enredo de escolas de 3° grupo, pois só funcionaria se as populações a se miscigenar tivessem educação, o que não é o caso. Quais as consequências que poderiam resultar de uma imigração em massa de populações africanas levando consigo seu atraso, sua selvageria, suas doenças, seus genocídios, e tudo mais? Imaginem em terras norueguesas, suecas, ou alemãs, as cenas dantescas que podem ser vistas na propaganda dos "médicos sem fronteiras". É um tema muito bonito, politicamente correto, mas que sem civilidade e educação não funciona e seria a destruição do planeta.

      Excluir
    3. Para nós uma boa pedida é emigrar para Portugal. A população decresce à taxa dos milhares ao ano.
      É o terceiro país mais pacífico do mundo e o sistema de saúde é muito bom (não é preciso plano de saúde). Aposentados são bem vindos e com uma renda de R$ 5000,00 se vive bem.

      Vídeo interessante:

      youtube.com/watch?v=785ovriyj74&t=30s

      Excluir
    4. Na Europa não haverá exatamente miscigenação. A população não se reproduz a taxas aceitáveis para manter a pop., cerca de 2,4 filhos por casal. Os imigrantes tomarão os postos de trabalho. Resta saber se serão capazes.
      No Brasil mesmo a população reproduz-se a taxas insuficientes baixas, a pop. cresce apenas vegetativamente e começará a decrescer em 2050.

      Excluir
    5. Joel.
      Em parte você tem razão, porém, veja de que nos assim chamados "tempos das vacas gordas" quem ia fazer o trabalho braçal nessas nações que se dizem puras de raça eram justamente os habitantes de países mais pobres, incluindo do Brasil. Ou você acha de que norueguês vai limpar latrina? Claro que não!
      Portanto, enquanto não inventarem androides como nos gibis, na televisão, e no cinema, sempre haverá da necessidade de ter pessoas para fazer o trabalho braçal.
      Vejamos então do que sempre houve na nossa sociedade em algo que você é dos que mais comenta aqui a respeito. Veja por exemplo da FAVELA.
      Por que chegamos a esse estágio de hoje em dia? Não foi só por causa da Igreja Universal e similares, dos políticos com a sua hipocrisia de sempre, e as ONGS, mas porque desde que acabou da escravidão, precisávamos de gente para continuar a fazer do trabalho pesado nas casas, fábricas, prédios públicos, e outras mais.
      Está lembrado quando eu disse que há de uma relação muito estreita entre a sociedade carioca com o crime, o ilícito, e também a favelização? É por isso.
      Não defendo ninguém e nem grupos ou bandeiras, porém, a verdade existe para ser dita.
      Muita gente que não mora aqui no Brasil fala mal do país com um ar de superioridade, porém, sempre que podem vem para cá.
      Os europeus tem disso. Não todos, mas uma boa parcela ou até a maioria são assim.
      Só que agora, a situação está complicando ou já está complicada para o lado deles.
      Vamos ver quem ganhará dessa "guerra".

      Excluir
    6. Wolfgang, quem limpa latrinas, lava prato, ou trabalha como serviçal na Noruega é o norueguês. Só que lá ou em qualquer país civilizado tais atividades são dignas e muito bem remuneradas, ao contrário do Brasil. Um lavador de pratos na Escandinávia vive muito melhor do que um médico ou engenheiro no Brasil. Lá não existem "cafetões de pobre", como políticos, pastores evangélicos, e membros do "mundo jurídico", como no Brasil. Como bem dizia Stanislaw Ponte Preta, no Brasil "cada um conhece o seu lugar".

      Excluir
    7. Gostei muito do "cafetões de pobres".Vou anotar e incluir no meu vocabulário.

      Excluir
    8. A automação de atividades que antes eram inteiramente braçal, será a forma dos Países desenvolvidos do mundo se livrarem da necessidade de contratação de mão de obra desqualificada, oriunda de Países subdesenvolvidos ou ex colônias, e assim não ter necessidade de aceitar a imigração de pessoas de Países subdesenvolvidos. Países desenvolvidos ricos terão toda a sua Agricultura mecanizada, todo o tratamento de lixo automatizado, inclusive com a reciclagem 100% do material recolhido. As atividades industriais serão realizadas por robôs e máquinas CNC, a construção civil será toda pré moldada e a montagem final através de máquinas. O que vocês não estão observando, é que daqui a meio século a diferença entre os Países desenvolvidos e Países subdesenvolvidos, será muito maior do que hoje em dia, tal qual os Países desenvolvidos atuais, para os Países do mundo antes da revolução industrial ou da época do regime feudal.

      Excluir
    9. Joel, antes das invasões africana e árabe na Europa, quem fazia o trabalho braçal na Escandinávia, Alemanha e arredores, eram os latinos portugueses e espanhóis durante o verão, para gastar o que faturavam, durante o inverno. Hoje, salve-se quem puder. Na Suécia tem mais mesquitas, que outras igrejas.
      Reginaldo Martins

      Excluir
  19. Até naquele filme lá de 58,o camelô era uma figura controversa.Eu fazia o personagem Vicente que vivia com um débito de 8 meses lá na pensão e a dona Bebé querendo a grana.Ainda tinha a Aurora querendo casamento.E muita confusão com a grana que caiu na minha mão.Quer saber o resto?Assista o filme .

    ResponderExcluir
  20. A 2º foto estão na 1º de Março.

    ResponderExcluir
  21. O desaparecido Rafael Neto, o Rafito, garante que a primeira foto é da igreja do Rosario.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na Rua Uruguaiana.

      Excluir
    2. Eu já tinha afirmado e garantido que era a igreja do Rosário na Rua Uruguaiana.

      Excluir
  22. Boa noite a todos.

    O tema é controverso. Eu mesmo já comprei várias vezes de camelôs, nas ruas e nos transportes (ônibus e trens). Nos trens, na década de 80 e nos ônibus até uns quase dez anos atrás. Nas ruas parei, mas recentemente comprei um controle remoto da NET (bem mais barato que pedir na empresa) e só.

    Postei várias fotos sobre camelôs ao longo do tempo no grupo do FB. Uma foto mostra a Uruguaiana há 25 anos, tomada por barracas de camelôs.

    ResponderExcluir