Total de visualizações de página

domingo, 5 de fevereiro de 2017

HOTEL GLÓRIA E ED. IPU

Em 17/03/2008 o Andre Decourt fez um “post” sobre o hotel Glória que dizia o seguinte: “O hotel, embora hoje muito modificado por uma reforma feita no final dos anos 40, era arquitetonicamente muito parecido com o Copacabana Palace, pois além de dividirem a época de construção, ambos feitos para as Expo de 22, embora só o Glória tivesse ficado pronto para o evento, também compartilhavam o mesmo arquiteto Joseph Gire.
Eike Batista pretende ocupar em torno de 20% do prédio com os escritórios de sua empresa a EBX e o resto com um hotel de primeira categoria a fim de rivalizar com o Copacabana Palace, tal como o Glória rivalizava nas décadas passadas.
O mais importante para a cidade, além de Eike Batista estar focando seus investimentos e commodites como mineração, mercado financeiro e energia na cidade, setores de serviço que podem trazer os negócios do Rio para o cenário nacional, ele pretende restaurar a fachada do hotel ao modelo de 1922, por meio de fotos antigas.
Irá ser uma operação difícil, principalmente nos últimos andares, onde o telhado de ardósia foi substituído por mais um pavimento total e outro parcial nos anos 40, e um anexo à piscina que corre lateralmente ao muro de contenção ao longo da Rua do Russel até a Ladeira da Glória, que teria que ser removido ou pensado para ele uma solução bem criativa.
Eike ainda fala que usará escritórios de arquitetura do Rio e técnicos idem, esperamos que seja um passo importante para a revitalização da região da Glória, que está abandonada não obstante sua localização mais que estratégica".

Meu comentário na ocasião foi o seguinte: “3/17/08 1:05 PM …O Eike está cheio de planos: o Glória, a despoluição da Lagoa, etc. Será que algum se completará?”

Na foto, de 1971, vemos, à direita, o edifício Edifício Ipu, de 1935, um projeto de Ari Leon Rey e Floriano Brilhante. Implantado em terreno de forma irregular e construído em duas etapas, o edifício supera essas dificuldades apresentando uma solução de surpreendente unidade. A inspiração náutica é evidente nas superfícies planas, na progressão sinuosa das varandas e volumes salientes, nos guarda-corpos em tubos dos balcões e terraços, e na explícita citação das janelas em forma de escotilha.
 
E, em primeiro plano, uma carrocinha do GENEAL, o cachorro-quente que fazia muito sucesso na orla e no Maracanã.

22 comentários:

  1. Eu sempre disse que esse Eike não valia nada mas, fui apenas um contra o mundo.
    Impressionante esse edificio Ipu.

    ResponderExcluir
  2. Após ler o texto ia escrever exatamente o que o Mayc escreveu.
    Esta foto não é daquela maravilhosa série do Szendrodi?

    ResponderExcluir
  3. A Cora Ronai escreveu ontem sobre o legado, o legado, qual legado? As reportagens desta semana são desalentadoras. Elefantes brancos, dívidas, calotes, abandono total. É o Estado, a Prefeitura, a Rio2016. Provavelmente muitos com os bolsos cheios. E seguem pimpões por aí. Até quando a banda vai tocar assim?

    ResponderExcluir
  4. Bom dia. Eike Batista é apenas um instrumento usado por políticos para desviar dinheiro. Agora ele serve como "boi de piranha" e ninguém percebe a quantidade de políticos que se servem de seu tino empreendedor. A quadrilha do P.T foi "afastada" do poder para que uma outra quadrilha, com um apetite muito maior "dê as cartas". A "facção" de Temer está mostrando do que é capaz e "sem cerimônia", pretende ignorar direitos dos contribuintes, propondo reformas absurdas e inconstitucionais, direitos esses que foram respeitados inclusive pela ditadura militar. Mas o povo, inebriado com "carnaval", "parada gay", "olimpíada", e outras imbecilidades do gênero, continua a caminhar para o abatedouro. Eike quis fazer do Hotel Glória um cassino, equipando-o e apostando em uma "futura legalização" do jogo. Mas isso não vai acontecer, pois caso seja legalizado, os políticos deixarão de ganhar dinheiro, assim com acontece com as drogas. Manter o jogo na clandestinidade seria "menos trabalhoso", pois no Rio de Janeiro existem dezenas de "casas de jogos eletrônicos" abertas 24 horas "na$ barbas$ da$ autoridade$".

    ResponderExcluir
  5. Terminei de ler "a noite do meu bem" do Ruy Castro, brilhante como sempre. Foca mais de 1945 a 1959 e relata exemplos dessa promiscuidade entre o poder e as elites. Nossos atuais políticos não inventaram nada.

    ResponderExcluir
  6. Comentarista econômico5 de fevereiro de 2017 11:08

    É Fácil falar depois... O Eike deu azar com a queda das commodities e os seus poços de petróleo serem inviáveis, mas também foi imprudente em montar várias empresas para dar apoio a prospecção do petróleo.

    Sim, o crime dele foi ter pago propina ao Sérgio Cabral, mas vamos convir que sem propina nada caminha neste país.

    Ele deu uma de "anjo" ao se entregar. Negociaria com o governo a distância.

    ResponderExcluir
  7. Concordo com algumas opiniões aqui externadas, em especial com a de 11:08 porque fui empresário e sempre soube como "a banda toca". Há um vício inerente nas operações das empresas neste país. Um dia vai ser diferente? Duvido muito.

    Mas o domingo está ensolarado e lindo. Então vamos falar de coisas mais amenas. Esse trecho era meu favorito para a prática das corridas, e o carrinho da Geneal está estrategicamente postado em uma das entradas da passarela que dá acesso à Marina da Glória e à uma da aleias mais interessantes do aterro. Em tempos idos era um pequeno e bucólico trecho sombreado e com esculturas. A Nalu certamente conheceu.

    O carrinho da Geneal me lembrou um caso curioso. Conheci um sujeito que resolveu competir com essa empresa, e outras do gênero, criando uma marca própria. Só o nome era diferente , o produto era o mesmo. Comprou as carrocinhas, pintou com cores semelhantes, alugou um depósito e colocou anúncio recrutando vendedores. Não demorou e apareceu um rapaz, devidamente credenciado, que havia trabalhado em ramo parecido. Após a entrevista foi resolvido que seria interessante fazer um teste e lá foi o sujeito, devidamente abastecido de material e com algum dinheiro para troco. Vinte e quatro horas depois o cara não tinha dado sinal de vida e após mais algum tempo o empresário resolveu checar as informações fornecidas. Para sua surpresa e decepção era tudo falso. O sujeito nunca tinha trabalhado no ramo e não passava de mais um pilantra na praça. A carrocinha? Igual à "Conceição", ninguém soube, ninguém viu.

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde a todos.

    Na maior parte das vezes, só estive de passagem, exceto quando fui no centro cultural do "cabeção".

    Para ver que até o Decourt estava torcendo para o Eike.

    ResponderExcluir
  9. Pois é,o moço que ia mandar ver parece estar em Bangu,não é ?Tenho um amigo da área de economia /finanças que sempre disse que este cara era um cascateiro.Muita conversa,muitos planos,mas consistência que é bom,nada..Mas no Brasil tem gente que adora este tipo de gente.Dizem que tinha alguns privilégios porque é filho de uma pessoa muito influente.Pode ser...Deu no que deu e agora os seus admiradores fogem da raia...
    A foto é muito boa e a região sempre foi uma das mais bonitas do Rio.

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde a todos.
    Infelizmente o Rio de Janeiro só se ferra desde 1960, piorando a cada ano que passa.
    É de fazer chorar!
    Trecho realmente interessante mas que por infelicidade não é aproveitado.

    ResponderExcluir
  11. Peralta,o implicante5 de fevereiro de 2017 14:55

    A empresa da Tia Nalu ,NPTX está sempre numa boa....

    ResponderExcluir
  12. Tá um sol de lascar nessa foto. Como é que o cachorro-quente não estragava?

    ResponderExcluir
  13. Peralta, ó implicante pestilento, tia Nalu detesta sopa e, particularmente, sopa de letrinhas com essas letrinhas.

    Só pode ser praga que rogaram contra o Rio de Janeiro...

    ResponderExcluir
  14. Luis Antonio, devia estragar, sim! Mas não tinham os cuidados e preocupações de hoje neste quesito alimentos perecíveis sob forte calor..

    Há dois dias vim conversando com o taxista exatamente sobre o bairro da Glória, ao passar por ele vindo do Castelo( pelo menos aqui no coment vamos mantê-lo), se dessem a devida atenção que merece, seria um bairro muito interessante! Bem localizado, acessível, articulando com a zona sul e centro da cidade, oferta de transportes como ônibus e metrõs, serviços como bancos, padaria, farmácias,alguns bares e restaurantes, podendo até ir a pé para a cidade, é o bairro que mais tem bustos da cidade, salvo engano, a Praça Paris ali pomposa, os lampiões Rio Antigo com luzes amarelas, até a cada onde morou Machado de Assis lá está, com sua porta vermelha!!! A Escola Deodoro, a Igreja dos Ingleses na Benjamin Constant, o Templo Positivista de Augusto Comte, o Palácio Episcopal!Havia o Café Glória( parece que pertencia ao Hotel), instalado no Palacete Vilino da Silveira, fechou há alguns anos, fui algumas vezes, com sua escada em caracol em ferro na entrada, muito interessante, com vários ambientes, salas e saletas!Parece que atualmente virou uma residência, quando passo vejo um carro na garagem! O bairro da Glória possui um belo conjunto histórico-arquitetônico! Uma boa arrumada no bairro ficaria uma pérola! Por que interessa construir o Porto Maravilha e não pode-se fazer a "Glória Maravilha?" Já está pronta, é querer fazer, dar uma boa organizada e um belo polimento!

    ResponderExcluir
  15. ... Até a caSa onde morou Machado de Assis...

    ResponderExcluir
  16. A Glória e o Catete são bairros degradados por diversas razões já comentadas aqui. Descaso do poder público, perfil de moradores que deixa a desejar, imóveis degradados, etc. Apesar da estratégica localização, o que mais vemos ali é prostituição. Tem razão a comentarista quando mencionou às 15:57 que "é o bairro é onde se encontra o maior número de bustos". Principalmente ao cair da noite, quando as ruas se enchem de travestis com os seios à mostra...

    ResponderExcluir
  17. Observador Esportivo5 de fevereiro de 2017 17:30

    Final de domingo chinfrim com a suspensão do jogo do Real Madrid, pois assistir ao Carioca é impossível. Salvou o domingo o jogo do City com os gols do capeta do Jesus. Chegou na Inglaterra e já mostrou as credenciais. Tomara que não fique mascarado como tantos outros.

    ResponderExcluir
  18. Este Gabriel é bom de bola,mas observador o problema é a máscara como voce alertou.Com os rios de dinheiro que ganham hoje logo logo vira celebridade e aí o caldo entorna.

    ResponderExcluir
  19. Professores R$1200,00; médicos R$2.800,00; policiais R$2.500,00;Deputados R$28.000 mais auxílios; juízes R$ 33.000,00 mais auxílios. Jogadores de futebol R$1.500.000,00. Positivamente existe algo errado nessa proporção. Um oficial general aqui no Brasil recebe 2/3 do salário de um ascensorista ou de um operador de xerox da Câmara federal.Existe algo errado com esse país

    ResponderExcluir
  20. Minha irmã dá aula no pavilhão onde está o Eike, mas ele não corre o risco de virar aluno dela...

    ResponderExcluir
  21. Comentarista econômico5 de fevereiro de 2017 21:40

    Bem engraçado que nem mesmo aqui as pessoas têm ideia das acusações que afligem Eike Batista.

    ResponderExcluir
  22. Se o comentarista supra fizesse o esforço supremo de pelo menos uma vez tentar ser menos distímico, depressivo, preconceituoso, cinzento e baixo astral( tanto que muitas vezes passo direto por seus comentários, para não deprimir), veria que a observação procede, estando relatada no interessante livro do Sergio Fridman, grande conhecedor do bairro, pois acho que lá morava ou mora! Acrescentaria ainda que ocorreu-me uma dúvida, se é o bairro que mais concentra o número de bustos exclusivamente, ou incluem-se também as estátuas!

    ResponderExcluir