Total de visualizações de página

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

ONDE É?

Onde estaria o bonde “Freguezia”, nº 279, da linha 91? O trajeto era:
Estação de bondes de Cascadura - Ernani Cardoso - Largo do Campinho - Cândido Benício - Largo do Tanque - Geremário Dantas - Praça Professora Camisão.

Onde estaria o bonde “Ipanema – Túnel do Leme”, nº 2039, da linha 13? O trajeto era:
Tabuleiro da Baiana - Senador Dantas - Luís de Vasconcelos - Augusto Severo - Largo da Glória - Catete - M. Abrantes - Praia de Botafogo - Passagem - Gal. Góis Monteiro - Lauro Sodré - Túnel Novo - Prado Jr. - N. S. Copacabana - Francisco Sá - Gomes Carneiro – Visconde de Pirajá.

Onde estaria o bonde “Aldeia Campista”, nº 1806, da linha 69? O trajeto era:
 IDA: Praça Tiradentes - Constituição – Vinte de Abril - Praça da República (Bombeiros e Casa da Moeda) - Presidente Vargas (lado ímpar) - Praça da Bandeira - Mariz e Barros - Ibituruna - Gal. Canabarro - São Francisco Xavier - Barão de Mesquita - Pereira Nunes - 28 de Setembro - Visconde Santa Isabel - Barão de Bom Retiro (até a Pça. Malvino Reis). VOLTA: Barão de Bom Retiro – Barão de Mesquita e daí em diante trajeto inverso.
Acredito que haverá pouca gente no "bonde Clouseau" hoje, pois não está difícil a localização dos bondes.

20 comentários:

  1. Vou sair do bonde Clouseau dizendo que a segunda foto é na avenida Nossa Senhora de Copacabana perto do Copacabana Palace pois aumentei a foto e reconheci a sapataria Cruzeiro. As outras duas não tenho ideia. E foi bom também rever o Camões, que fazia a linha General Osório, se não me engano.

    ResponderExcluir
  2. A primeira foto é certamente na Cândido Benício, já que a Geremário Dantas é bem mais larga e a Ernâni Cardoso bem mais larga. Quando eu ainda não tinha idade escolar, minha mãe, que lecionava na escola Augusto Cony no Largo do Tanque, me levava com ela. e eu me lembro bastante dos bondes em Jacarepaguá. Entre a Praça Seca e o Largo do Tanque, a região era conhecida como "mato alto" por razões óbvias e também pela quantidade de hortas que havia. Hoje a região é o paraíso do tráfico e da milícia. O bonde da foto está na região entre o Tanque e a Praça Seca. As linhas de Jacarepaguá estavam entre as últimas a serem extintas, pois foi o temporal ocorrido em 10 de Janeiro de 1966 que decretou o fim delas. Essas linhas teriam ainda muitos anos de vida, mas além do temporal, faltou "vontade política". A segunda foto eu não tenho noção do local, mas a terceira parece ser a Vinte de Abril com o bonde vindo em direção à Praça Tiradentes. A Vinte de Abril tinha mão de subida, ao contrário de hoje.

    ResponderExcluir
  3. Será que eu cheguei antes do obiscoitomolhado? O carro estacionado na foto do meio é um Austin A40. O que tem a frente visível na foto de baixo é um Chevrolet 51/52.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chegou antes e acertou tudo, assim perco o emprego. O Camões ainda tinha o tetinho sobre o motor e um letreiro. Algum tempo depois, algum iluminado retirou o teto charmoso e o letreiro foi dividido em dois.

      Excluir
  4. Estou tentando ler os reclames e só conseguir decifrar o que está escancarado com o Frisante Michelon que jamais provei e diziam ser uma bomba..O primeiro bonde está no largo do Campinho,o segundo em Copa e o terceiro na Tijuca.
    Estou tão convicto quanto o Lulla,que é de fato um espanto!!!

    ResponderExcluir
  5. Bom dia a todos. A foto nº3 o bonde está na R. 20 de abril, prestes a virar na Rua do Senado, ao fundo o Campo de Santana.
    As demais vou ver se identifico mais tarde.

    ResponderExcluir
  6. Na foto 1 chuto que o bonde está passando na Cândido Benício, próximo à Rua Baronesa, um pouco antes da Praça Seca.

    ResponderExcluir
  7. A última foto engana, pois tanto a Visconde do Rio Branco com a rua da Constituição, ruas que dão na Praça Tiradentes, tem trilhos ininterruptos desde a Praça XV, a Buenos Aires, outra rua em que seus trilhos iam ininterruptamente da Praça XV até a Praça da República, passa ao largo da Praça Tiradentes, e as ruas da Alfandega e Senhor dos Passos não possuíam trilhos. Outra coisa: Esse bonde é o Malvino Reis, e não o Aldeia Campista, cuja a linha era 62.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fã do Helio Ribeiro14 de setembro de 2017 12:39

      Desculpe, mas o Hélio Ribeiro lista o 69 como Aldeia Campista e o 62 como Asilo Isabel.

      Excluir
    2. No início dos anos 50 houve um "reordenamento de linhas" e a linha "Asylo Isabel" foi suprimida. O dito prédio ficava na Rua Mariz e Barros, quase em frente à rua Afonso Pena. Ao contrário do que se pensa, o Asylo Isabel não era um asilo e sim um colégio particular para meninas e era de ótimo nível, onde as meninas em regime de internato, aprendiam francês, bordado, declamação, e outros atributos que eram devidos à moças de boa família. Minha avó quando veio de Portugal estudou nessa instituição. Sugiro ao "Black block" se inteirar mais das peculiaridades da cidade, ainda que sejam anteriores ao seu tempo.

      Excluir
    3. Aqui Helio Ribeiro. A linha 62 era Malvino Reis e a 69 era a Aldeia Campista. Não há dúvidas quanto a isso. Eu estudei no Pedro II da Tijuca e cansei de ver a 62 passando por ali. A 69 vinha pela General Canabarro. A foto 3 é na rua 20 de Abril. As outras duas outros comentaristas já decifraram.

      Excluir
  8. O bonde 91 está EXATAMENTE na Praça Seca vindo em direção ao Campinho. À esquerda e fora da foto, está o Jacarepaguá Tênis Club.

    ResponderExcluir
  9. O bairro de Aldeia Campista parece que foi tragado pelo Andaraí e Vila Isabel,nem sei se ainda existe mas há uma sub estação da Light no final da rua Ribeiro Guimarães (Vila Isabel) essa rua vai da Avenida Maracanã em frente ao Shopping Tijuca até essa sub estação que tem o nome do bairro Aldeia Campista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O bairro Aldeia Campista compreendia a rua Pereira Nunes em toda a sua extensão, rua Gonzaga Bastos, parte da Maxwell, Santa Luíza, Eng. Cândido Brasil, Ribeiro Guimarães, Adalberto Aranha, Tomás Coelho, parte da Teodoro da Silva, e Baltasar Lisboa. O trecho da Avenida Maracanã entre Pereira Nunes e a Praça Vanhargen fazia parte do terreno da América Fabril, bem como o local onde se encontram atualmente o Off Shopping, o Shopping Tijuca, e o Mc Donalds. A região da atual Praça Lamartine Babo, inaugurada em 1963, Pinto Figueiredo, parte da Conde de Bonfim e da Antonio Basílio era conhecida como "Chácara do Portão Vermelho".

      Excluir
  10. Bom Dia! Nos anos 50,era comum os carros da sub-estação Cascadura vinham fazendo linha até o Meier, onde vinham pegar um segundo reboque. Iam e vinham com vista 00,Freguesia ou Pça B. Taquara conduzindo passageiros. Belletti: Na foto 1, é o Pinguinho de Gente. Uma rede de lojas para crianças até os 10 anos.Na 2 uma lata de Sapóleo que para competir com o Bom-Bril,anunciava que não continha aço. Na 3 na loja a esquerda uma placa onde se lê: Tome Toddy logo ao lado outra do Grapette. Na direita: Ideal Armarinho e confecções.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ampliando melhor a foto 3 acima da palavra Ideal apareceu Salão.ficou sem sentido um salão vendendo roupas.

      Excluir
  11. Xará,grato pelas informações e fico admirado como vcs conseguem decifrar este enigma.A tela da minha igreja é um espanto,onde não vejo nem coração de mãe.Placa de Grapete?

    ResponderExcluir
  12. Troquei as bolas. O Aldeia Campista era realmente o 69 e o Malvino Reis era o 62. É a idade chegando...

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde ! Cheguei tarde (mas pudera, pois às 14:25hs. cedo é que não é). Confirmo o parecer do Lino, porque pegava o bonde, ao sair pelos fundos do Colégio Cruzeiro (saída para rua do Senado), quase todos os dias. Costumava pegar, se não estou enganado, o 29 - (?); o 36 - Cancela; o 33 - Praça da Bandeira e outros que por ali passavam, demandando ou à Praça Tiradentes, ou à rua da Carioca, onde, depois de andar um pouco (rua da Carioca e largo do mesmo nome), chegava à estação dos bondes que rumavam para Santa Teresa. Bons tempos !!!...

    ResponderExcluir
  14. Passei minha infância no Rio, Vila Isabel. Em 1968, tinha 07 anos de idade. Hoje, moro em Brasília. Esses dias, meu irmão veio me trazer uma foto, daquela época. Eu, com minha turma da escola Ribeiro Guimarães e a "tia" Célia. Entrei na internet para pesquisar se a Escola Ribeiro Guimarães ainda existe, encontrei este blog. Gostoso relembrar. Bem, não encontrei mais nada sobre a escola. rs

    ResponderExcluir