Total de visualizações de página

domingo, 30 de julho de 2017

DOMINGO É DIA DE FUTEBOL

 
Domingo é dia de futebol, o domingo é nosso!
E dá saudade da época que tínhamos jogadores como os da foto jogando em nossos campos.
Para os comentaristas do “Saudades do Rio” que conhecem o futebol antigo todos podem ser facilmente identificados, exceto, talvez, um único.

19 comentários:

  1. Dino Sani, Joel, Evaristo, Pepe, Roberto Belangero, Didi, Zito e Paulinho de Almeida.Os que estão atrás de pepe e Didi não consegui identificar.

    ResponderExcluir
  2. Boa!
    Talvez sejam o Zizinho e o Mauro

    ResponderExcluir
  3. Dino Sani e Didi são inconfundíveis.Metade da década de 50.

    ResponderExcluir
  4. Com certeza, ali atrás, o Zizinho que, segundo o meu pai, era melhor que o Didi. Já li que que voltou à seleção em 1957, quando foi campeão pelo S. Paulo FC, que só voltaria a ser campeão paulista uns 13 anos depois, por coincidência com outro grande meio-campista do futebol do Rio, o Gérson.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia a todos. Que saudades desta época que tínhamos realmente verdadeiros craques. Nesta foto o Dino, Didi, Pepe e o Zito, suas imagens estão tão marcadas até os dias de hoje, que seria o mesmo que vermos uma foto da Seleção de 70 e nela identificamos com facilidade o Pelé, Gerson, Carlos Alberto, Tostão e o Jairzinho.
    FF. E como comentei ontem, o nosso único e pseudo craque dos dias de hoje, está fazendo uma novela para anunciar o encerramento precoce da sua carreira, caso venha mesmo se transferir para o PSG.

    ResponderExcluir
  6. Este Antônio Cordeiro deve ter pedido ajuda a Jorge Curi e foi no alvo.Para mim acertou todos.O encoberto pelo Pepe parece de fato o Zizinho.Este deve ter sido um jogo da seleção pelo antigo campeonato sul americano.****E hoje parece o dia D para o Flamengo,muito embora já tenha dado mostras( a diretoria)de estar satisfeita com uma vaga na Libertadores...

    ResponderExcluir
  7. Peralta, o implicante30 de julho de 2017 11:10

    Se publicar foto de reunião sindical,Tia Nalu reconhece todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Peralta, ó implicante fedelho, só se for do sindicato dos fabricantes de palmatórias.

      Excluir
  8. Voltei.Acho que a foto é de fato do Sul Americano de 57.Todos os que aparecem na foto estavam na competição,disputada no Peru.O treinador era o Osvaldo Brandão.Salvo engano o Brasil ficou em segundo lugar.Tenho que conferir.

    ResponderExcluir
  9. Lembrei de um grande craque, dos bem antigos, por sinal filho de outro, do Domingos, o Ademir da Guia, do Palmeiras.
    Et vive la différence!

    ResponderExcluir
  10. Também acho que um treino do Sul-Americano de 59. Tenho dúvida se é o Roberto Belangero. O Oreco não é. Poderia ser o Edgar ou o Edson ambos do América. Vi no Google que o Mauro não estava no elenco. Então o outro encoberto, além do Zizinho, é o Bellini.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigindo: Sul-Americano de 57. O de 59 foi aquele famoso com o Paulinho Valentim, o William Martinez e a famosa tesoura voadora do Didi.

      Excluir
  11. Em 59 já existia o Pelé.O Joel e o Pepe não estavam. É mesmo em 57.

    ResponderExcluir
  12. Lembrando que Dino Sani e Didi faziam o meio campo da seleção de 58 que só foi mudado depois do jogo contra a Inglaterra em que Zito entrou no lugar do Dino,que depois fez brilhante carreira no Milan da Itália.

    ResponderExcluir
  13. A seleção de 58 foi sendo muito mudada depois do primeiro jogo: Dino por Zito, Joel por Garrincha, Mazola por Vavá, Dida por Pelé. E o De Sordi na final pelo Djalma. O Pepe seria titular mas se machucou num dos últimos amistosos antes da Copa num jogo na Itália. Jogo este em que Garrincha driblou a defesa inteira e em vez de fazer o gol voltou para driblar mais alguns. Por isso teria sido vetado para a estreia pelo psicólogo Carvalhaes e pelo supervisor Carlos Nascimento,

    ResponderExcluir
  14. O gol anulado do Corinthians foi um escândalo. Como um bandeirinha pode ser tão incompetente?

    ResponderExcluir
  15. Não estou reconhecendo o Evaristo na foto, mas o recorde de gols numa só partida pela seleção brasileira deve ter sido conquistado por ele nesse Sul Americano de 1957. Consta que foi contra a Colômbia. Foi para a Espanha antes da Copa de 58 e isso, até a década de 70, era quase a mesma coisa que sair da lista de convocações da CBD.
    O bandeira errou hoje mesmo se foi no lance antes da bola cruzada. Mas o Corinthians, pelo menos contra o Flamengo, cometeu o erro do satisfeito com o 1 x 0.
    Quanto ao Neymar no PSG, só se muita coisa mudar no time francês para ser campeão europeu. Ele sem o Messi e outros craques do Barcelona ou mesmo de outros times de ponta, pois esse ex-menino da Vila não parece do tipo que "chama" a responsabilidade para si. Até no seu início de fama no Santos foi o Ganso que orquestrava, enquanto o mais famoso fazia mais firulas e até boas jogadas e gols mas quase nada em jogos difíceis. Me lembra o Kaká, que só jogou bem uma vez em jogo de "mata-mata", no europeu de clubes.
    Mas o Neymar ainda tem no mínimo duas Copas do Mundo para me desmentir. E para o torcedor brasileiro comum, entrar na história do futebol é ser campeão no mundial de seleções.

    ResponderExcluir
  16. Augusto, cortei, por engano, seu comentário. Falava de que hoje nem precisava interferência externa pois a própria arbitragem se encarregou de errar. E que o Zé Ricardo foi coerente em considerar boa a arbitragem.

    ResponderExcluir
  17. O problema dos dirigentes/treinadores no Brasil é só mandar critica nos árbitros quando erram contra.O erro de hoje foi um espanto,mas continuo achando que eles erram por incompetência.Erram e muito em várias rodadas e contra tudo e todos.No caso do Flamengo a pressão é maior...****Hoje pelo menos o Zé Ricardo deu umas mexidas mais acertadas e o Corintians pareceu acomodado no segundo tempo.Ganhou sobrevida,mas o clube paulista caminha tranquilo...

    ResponderExcluir