Total de visualizações de página

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

TELEFONE PÚBLICO




 
No início dos anos 70 era um problema conseguir falar nos telefones públicos do Rio.
Mesmo levando em conta que já havia melhorado muito, com a instalação de orelhões e cabines pelas calçadas, bem diferente do panorama dos anos anteriores, quando os poucos e deficientes telefones públicos ficavam dentro de bares.
Hoje em dia, com o advento dos telefones celulares, estes telefones públicos ficaram quase sem uso.
Fotos: acervo Correio da Manhã

17 comentários:

  1. Usei muito, inclusive colocando um 9 na frente, para chamadas a cobrar. Senti falta da foto de um telefone público pretão, do tipo dos que ficavam nos bares.

    ResponderExcluir
  2. A jovem no táxi, além de folgada, precisava refrescar as partes de um modo pitoresco, para a alegria dos marmanjos, afinal o ar condicionado em "carro de praça", ainda mais um "Zé do Caixão", demoraria um bom tempo.
    Se não me falha a memória, orelhão CTB foi por pouco tempo. Logo surgiria a Telebrás, que no caso do Rio era representada pela Telerj.
    Não me lembrava mais dessa cabine fechada.

    ResponderExcluir
  3. Poucas vezes utilizei um orelhão. Sempre que precisava encontrava uma fila e dificuldades para fichas. O serviço parecia um espanto. Quando estava em Guarapari ia até o posto telefônico e a demora parecia menor. ***Na terceira foto o cara colocou a pasta no chão e deu a maior bandeira. Se fosse hoje...

    ResponderExcluir
  4. Também não me lembrava da cabine fechada. Concordo que hoje em dia a pasta no chão não demoraria muito no mesmo lugar.
    FF: o que foi aquilo na Rocinha este fim de semana? Alguém sabe onde está o enorme contingente das Forças Armadas que segundo o Governo Federal e Estadual iria combater o crime no Rio de forma eficiente?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existia uma dessas cabines na Praça Saens Peña em 1972 mas duraram pouco devido ao vandalismo, como aliás quase tudo em se tratando de mobiliário e equipamentos urbanos. Quanto aos fatos ocorridos na Rocinha, onde "oficiosamente" morreram mais de vinte pessoas, alguém ainda tem alguma dúvida de que as forças armadas precisam intervir no país? Tive acesso a uma entrevista do General Mourão na qual ele deixou muito claro que "se o judiciário não retirar da vida pública os elementos que estão levando o Brasil à essa crise institucional, as forças armadas o farão e as consequências não serão agradáveis".

      Excluir
    2. O vídeo foi divulgado pela mídia e repudiado por altas patentes do comando militar. Esse general Mourão só quer aparecer pois, apesar de já ter sido punido duas vezes, insiste em suas declarações, que ele afirma pessoais, mas incompatíveis com sua posição indissociável de oficial general. Deverá receber mais uma advertência, no mínimo. Isso se sua reforma já não esteja sob mira. Apesar dos solavancos e da opinião dos extremistas as instituições estão funcionando, queiram ou não. O que não ocorre com esse militar que fará parte do passado em pouco tempo. Quem viver verá.

      Excluir
    3. Patética declaração desse General que deveria ser punido. É reincidentes nestas declarações. Vai se juntar em breve aos de pijamas e fraldões.

      Excluir
    4. É fato que existem pessoas cultas e bem politizadas, muitas delas sentindo-se confortáveis politicamente com a situação alarmante do país, apegadas a cargos e benesses, sempre às custas de uma "viúva" exaurida, mas que querem manter seu "status quo" à qualquer custo, não querendo enxergar o óbvio, uma grande mudança que poderá consertar o Brasil. Pelo menos tem o "bom senso" de se manter "anônimo", ainda que se considere um democrata...

      Excluir
  5. Corretor Zoológico18 de setembro de 2017 09:10

    Tem um galo ali na placa do Ze do Caixão. Recomendo um Duque de Grupo com o Pavão que sempre é uma pedida junto ao Macaco.

    ResponderExcluir
  6. Bom Dia! Nas três primeiras fotos, nos dias de hoje "dando esse mole" é assalto na certa. Existe próximo a minha casa um orelhão. Certa vez,no tempo da Telerj, alguém conseguiu a proeza de falar direto para uma cidade do interior da Bahia. A Telerj "malandramente" mandou a conta para minha casa. Quando liguei para reclamar,depois de ficar um bom tempo ouvindo música e propaganda enganosa da empresa,uma atendente ouvindo minha reclamação, sugeriu que eu procurasse quem fez a ligação e entregasse a conta para que fosse paga por essa pessoa. Simples assim. Tenho guardada esta conta até hoje.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é à toa, Mauro, que essa empresa de m... (deixa pra lá) está cada vez mais no buraco...

      Excluir
  7. Só pode ser uma brincadeira de muito mau gosto estas postagens em plena segunda feira.Vejam as fotos e me digam se preciso comentar alguma coisa ou se cai bem aquela frase do sem legenda.Um atraso completo e um serviço sem nenhum tipo de qualidade deixando a população falando sozinha literalmente nestes pretensos dispositivos de comunicação.Vou me calar e deixar as viúvas com saudades deste tempo que para mim demorou muito a passar.Continuo sendo Do Contra.

    ResponderExcluir
  8. O Mauro Xará tem razão quando afirma que "assalto na certa". Eu não ficaria em pé falando em um orelhão e se for falar em celular na rua, eu entro em uma loja. O problema no Brasil é a mentalidade com a qual o judiciário costuma trabalhar. A lei é cruel para com o cidadão de bem e clemente com o marginal. Se Alguém te furtar ou roubar o celular e sua reação for violenta, o fato de ela justificar um crime não vai eximir você de uma punição. Assim é a Lei no Brasil. Em países árabes ou asiáticos, as penas para "crimes contra o patrimônio" incluem açoites e até mesmo a amputação das mãos. Isso faz com que nesses países não existam roubos e furtos, já que a certeza do castigo assusta a todos. Isso pode soar bárbaro mas nas favelas brasileiras, as amputações, os esquartejamentos, e coisas ainda piores, são comuns e lá também não existem roubos. As penas no Brasil precisam ser mais duras e deveriam incluir penas corporais e até mesmo a castração química para estupradores. Enquanto isso o país está sendo saqueado a as pessoas se preocupam com os "direitos humanos", com a "ideologia de gênero", e com o "politicamente correto".

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde a todos.

    Já dei minha contribuição sobre o tema dias atrás, discorrendo sobre os tipos de orelhões existentes, além dos postos para ligações interurbanas.

    A segunda foto, a da criança, salvo engano, foi tirada nos arredores da Central. Não lembro de ter visto os modelos das fotos 3 e 4. Só um parecido com o da terceira, em um desses Rio-Cidades da zona sul.

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde a todos.
    Concordo com o Do Contra: Melhorou e muito no quesito telefonia.
    Quem viveu essa época não sente saudades de orelhões.
    Já vai tarde esse tempo!
    Só gostaria de saber do porque ainda se mantém orelhões nas ruas do dia de hoje. Só serve para se fazer propaganda de sexo e mais nada.
    Penso de que na primeira foto, a pose bem como a imagem tenha sido feito de propósito.
    Já na terceira foto o cara da pasta no telefone me lembrou do Sidney Potier e do Ataufo Alves.
    Em relação aos acontecidos de ontem, pois não esqueçam de que não foi somente na Rocinha, ocorrendo também no Juramento e também na Zona Oeste, não se preocupem quanto a isso. São nossos "roqueiros" usando o melhor do chumbo para entreter a todos.
    Afinal de contas é como eu costumo dizer: Carioca adora favela, bandido, tiroteio.
    Fazem parte das atrações locais do RJ.

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde a todos. A telefonia no Brasil continua péssima, e o pior de tudo, muito cara. Já quanto as cabines e orelhões de antes, vemos uma foto, na qual como o brasileiro é abusado. Acho que não encho as duas mãos da quantidade de vezes que falei em orelhão, mas cansei de ver brigas em filas de pessoas que ficavam de blá, blá, blá no aparelho por tempo absurdo, enquanto pessoas aguardavam na fila. Pessoas que usavam diversos tipos de jeitinho para falar de graça. Acho que o Sr, Do Contra não reclamou mais dos orelhões, porque o atual sistema também é ineficiente e caro.

    ResponderExcluir
  12. Fiquei uns dias sumido porque o futebol entrou numa de jogos da Seleção e como o pão já está ganho não cabe falar de Tite e Neymar e só ontem a coisa andou rolando com a mão grande literalmente levando dois pontos do Vasco e o Flamengo finalmente voltando a vencer pois o tal do Rueda já estava sendo chamado de coluna do meio.Não estou vendo ainda grande diferença no time pois o gringo também está sem saber quem vai ou não jogar.Parece que está tudo concentrado no jogo da Copa do Brasil.Se perder estará perdido o ano e aí resta contabilizar o investimento.O Botafogo com time bem baratinho faz melhor negócio.Até o final do mês estará tudo definido para todos os 4 times do Rio.De São Paulo vai demorar mais um pouco,pois o grande Corintians começa a perder folego mas ainda tem multa gordura para queimar.




    ResponderExcluir