Total de visualizações de página

domingo, 11 de fevereiro de 2018

CARNAVAL NO CENTRO


 
Os velhos carnavais deixaram saudade.
 
Ontem,  sábado de carnaval, foi mais um dia para ser esquecido na nossa cidade.
 
Um caos generalizado!

13 comentários:

  1. Esta terceira foto está demais.Representa em tudo os antigos carnavais.

    ResponderExcluir
  2. Para descrever o que foi o dia de ontem na zona sul a palavra caos é muito pouco.
    Está faltando aqui o comentarista Renato para descrever o que é o carnaval nos dias de hoje. Se o que ele falava anos atrás já era impressionante imagine o que diria hoje.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde !
      Plínio, caso o Renato ainda comentasse aqui, ele, certamente, teria um enfarte, com o que vem ocorrendo atualmente em nosso país.

      Excluir
  3. resumindo: hoje falta de educação do povo, falta de planejamento e respeito das autoridades. o que vi nas ruas foi um povo sujo, descuidado, e não alegre. pelo jeito o metrê entrou em colapso. Pena. A cidade está abandonada!

    ResponderExcluir
  4. Estou voltando da praça S.Peña e o que eu vi é fim de festa, que o último "apague a luz". Um ambulante oferecia uma bandeja com diversos penis de silicone aos foliões. O pior é que havia homens entre os interessados. Sem mais comentários..

    ResponderExcluir
  5. Acabo de receber filmagem de um amigo que mora na altura do posto 8, em Ipanema. No começo da madrugada uma gangue de uns quinze assaltava e agredia todos que passavam. A polícia não apareceu e o grupo ficou ali muito tempo. Impressionantes cenas de pessoas fugindo, uma quase sendo atropelada por um táxi.

    ResponderExcluir
  6. Tudo isso era facilmente previsível. É um processo em que seus vários elementos vêm se potencializando com o passar do tempo. Não há governo, as leis são fictícias, o mau humor é generalizado. Mas ninguém quer ver, ninguém quer saber. Ainda há quem acredite que está tudo lindo, tudo bem.

    ResponderExcluir
  7. Com referência ao comentário das 12:12 no qual o fato relatado ainda "estava em andamento", a confusão se encerrou quando interpelei um dos muitos G.Ms da região sobre o fato. Ele disse que "não era atribuição dele". Respondi a ele quem vender, expor, fazer uso, etc. de material obsceno, está incurso no art. 234 do C.Penal, e ele, o G.M responderia pelo crime de prevaricação, art. 319 do C.P. Resumindo: O G.M apreendeu o material e o dono dos "brinquedos" acabou liberado "sem implicações criminais".

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde. Como dizia JBan, tem muita gente no mundo! E essa gente não tem limites, educação, respeito etc. Junta-se a isso a falta do poder público preocupado com a população resulta nessas ocorrências lamentáveis em que nada lembram antigos Carnavais. Será que existe alguém a favor desses blocos de hoje? Aqui na estranha cidade, triplicou o número de "foliões" nos blocos (que também aumentaram) do ano passado para este, claro que os problemas cresceram também.

    ResponderExcluir
  9. Lembro dos tempos em que um bom programa para a tarde de domingo de carnaval era pegar um bonde e ir até o Centro ver o carnaval. Não precisava nem saltar. Ir e vir no mesmo bonde vendo os foliões. Sem nenhum problema. E ainda se podia lançar serpentinas vendidas em pacotes com uns 20 rolos ou jogar lança-perfume nos outros.

    ResponderExcluir
  10. O Carnaval do Rio retrata bem o estado em que se encontra a Nossa Cidade!
    Esqueci de perguntar.... O Prefeito eleito Já assumiu o Cargo?

    ResponderExcluir
  11. O País está entregue às moscas.Virou terra de ninguém e quem não estiver satisfeito vá reclamar com o bispo.Os governantes trabalharam neste sentido só que temos é o que está relatado no blog.Sempre fui orientado no sentido de que o exemplo vem de cima.Taí o que foi escolhido.

    ResponderExcluir