Total de visualizações de página

sexta-feira, 17 de maio de 2019

IPANEMA ANOS 70



 
As fotos de hoje são da Ipanema do início dos anos 70.
As duas primeiras são do salão de cabeleireiro do Jambert, que teve vários endereços em Ipanema, como na Rua Maria Quitéria nº 59 e na Rua Montenegro, entre Prudente de Morais e Visconde de Pirajá. Neste fazia sucesso uma cacatua branca, vista na segunda foto.
O “Jambert” era concorrente do “Fleur de la Passion”, na Galeria Alaska, onde brilhava o tinturista Tutu La Minelli, ora pontificando naquela estranha cidade do Sudeste.
A terceira foto é da lanchonete Chaplin, que ficava na Rua Visconde de Pirajá nº 187, perto da Farme de Amoedo.
Era um local badalado com sanduíches como “Filé com Bacon”, “Lombinho com Ameixa”, Presunto à Califórnia”, “Maionese de Siri”, “Mustafá” (pão sírio, presunto tender, pernil, galinha), “Salada de Ovos”, “Hamburgão”.
Ficava aberto de 10 da manhã até 2 da madrugada. Aos sábados até às 4 da madrugada.
Fotos: Manchete

19 comentários:

  1. Bom dia,Luiz,pessoal,
    Jambert era conhecido como o cabeleireiro das "socialites e globais". Tinha uma concorrência forte com o Silvinho, este figurinha fácil em capas de revista e no júri do Chacrinha.
    Quanto a lanchonetes na zona sul, minha melhor lembrança é o Gordon, com seu canguru na porta. Hoje é mais um McDonalds.
    A maior parte das roupas dos jovens da época poderia ser usada por pessoas "descoladas" atualmente, e ningué ia reparar.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Dr. D'.

    Roupas típicas da época. Acho que tenho essa edição da revista.

    Falando em Galeria Alaska, hoje é dia de combate à homofobia, para desgosto dos minions verde oliva.

    ResponderExcluir
  3. O "profissional" que aparece na primeira foto fumando e de camisa verde claro é o Silvinho, funcionário do salão, conhecida figura que era visto em aparições em programas como o do Chacrinha, Flávio Cavalcante, e Silvio Santos. O "Jambert" era o nome de guerra do dono do salão, cujo nome de batismo eu desconheço. Quando estudava no Colégio Brasileiro de Almeida em 1970 e 71, eu passava quase diariamente em frente ao Chaplin e ficava "tentado" mas minha mãe só me dava dinheiro para comer no Chaplin apenas nos finais de semana. Era uma época sem violência e que mantinha ainda resquícios do movimento "Flower of Power" de 1967, em que seus adeptos eram quase todos usuários de drogas.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia a todos. Ò tempo volta para trás, Dá-me tudo o que eu perdi
    Tem pena e dá-me a vida, A vida que eu já vivi. Com este verso do fado Ó Tempo Volta para trás, que retrata fielmente o quanto eu vivi de felicidade nesta década tão intensa que foram os anos 70, não só Ipanema era só felicidade, toda a cidade do Rio de Janeiro irradiava felicidade. Só me resta agora dizer Bons tempos e que saudades.

    ResponderExcluir
  5. Para um morador da distante Ilha do Governador, Ipanema é como fosse um outro planeta...

    ResponderExcluir
  6. O melhor desta época era a tranquilidade.A convivência harmoniosa entre as tribos era muito legal.Hoje os meus direitos afloram em cada esquina motivando um clima de ódio.Espanto.

    ResponderExcluir
  7. Ainda ficou de fora dessa postagem o "Rudy", concorrente dessa dupla e que ainda permanece em atividade. Seu "ateliê" é na Visconde de Pirajá. Silvinho, Denner, Clodovil, Rogéria, Roberta Close, e "Jane Di Castro", indivíduos tidos como sodomitas inveterados, eram personagens "atuantes na mídia" na época mais crítica do governo militar e contrariando uma mídia esquerdista que menciona "perseguições aos gays e homossexuais em geral" naquela época, nunca se soube qualquer "pressão" sobre esse segmento artístico. O que não era tolerado era a promiscuidade e o "michê ostensivo", bem como indivíduos do tipo "Pablo Vittar", "David Brasil", e "Tamy Miranda". Meninas com um lado da cabeça raspado se beijando em via pública ou professores do Colégio Pedro II depilados e usando saias e brincos, como acontece atualmente, era impensável e inadmissível! Até para eventos carnavalescos como o "Baile dos enxutos" era necessário uma autorização prévia. Como se vê, "eram outros tempos".

    ResponderExcluir
  8. A mulher ao lado do Silvinho não seria a Elke?
    O cara com a bandeira da Inglaterra na camisa seria mais criticado hoje do que era naquela época.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Silvinho era um grande amigo que tinha muitas namoradas e fazia este tipo para impactar a sociedade e angariar muitas clientes...
      Outros amigos da praia eram o Pepê do Surf, Francisco Meirelles do Beach Tênis, Júnior do Flamengo entre tantos...

      Excluir
  9. Por falar em homofobia o governo proibiu uma parada gay e prendeu alguns manifestantes. Ninguém ficou sabendo? Não houve escândalo? Ah é, foi em Cuba. Nesse caso não tem problema....Dá tela azul na turma do reino da lacrolândia

    ResponderExcluir
  10. Fiquem tranquilos: Crivella garante que tudo está sob controle. Apesar da Niemeyer e da Lagoa-Barra interditados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já comentei que essa ciclovia mal batizada de Tim Maia, deveria ser demolida antes que faça mais vítimas e a conta enviada para o prefeito paes-palho que a construiu.

      Excluir
  11. O que mais falta acontecer no Rio? Até o teto de tunel está desabando !Enquanto isso,a prefeitura apenas decretou estágio de crise em razão do prejuízo da mobilidade.

    ResponderExcluir
  12. Música cantada pelo Prefeito Crivella. Tudo está no seu lugar, Graças a Deus, Graças a Deus.

    ResponderExcluir
  13. FF: As administrações de Lacerda, Negrão, e Chagas Freitas, deixaram saudade e não podem ser comparadas com a administração Crivella, isso é fato. Mas ele não pode ser responsabilizado pelo desabamento da cobertura do túnel acústico da Gávea. Segundo avaliações preliminares, a causa foi a colossal quantidade de terra sobre a estrutura de concreto. O Rio precisa de uma "limpeza espiritual", já que as desgraças sobre a cidade tem sido constantes, sejam de causas naturais, pessoais, e principalmente morais. E parece que o "Minhocão" da Gávea teve a estrutura danificada. Pode parecer patético, mas o Rio precisa de orações.

    ResponderExcluir
  14. Há quanto tempo não havia manutenção na estrutura, se é que já houve alguma?

    O que eu considero arriscado é liberar a Niemeyer com lama ainda descendo e a possibilidade da continuidade da chuva. De resto, politicagem.

    ResponderExcluir
  15. A Niemeyer é uma tragédia anunciada.

    ResponderExcluir
  16. Falta de manutenção acumulada de anos, um dia o tal do sinistro vem cobrar a conta. O erro vem acumulado de administrações ao longo dos anos, essa a paternidade não consegue ser identificada nem com exame de DNA.

    ResponderExcluir
  17. Saudades do Zepelim, todas as noites!!!!! Meu reino por uma corrida de submarino e um cachorro quente na carrocinha do Geneal!!!!

    ResponderExcluir