Total de visualizações de página

domingo, 23 de junho de 2019

FESTIVAL DA CRIANÇA



 
O VII Festival Nacional da Criança realizou-se no Pavilhão de São Cristóvão com brinquedos e diversões totalmente gratuitas, patrocinadas pelas mais importantes empresas brasileiras ligadas à criança. Não houve qualquer condicionamento de compra de produto para que a criança utilizasse o brinquedo.
Foram construídas uma quadra de futebol de salão, uma escolinha de arte para pintura, uma escolinha de trabalhos manuais, um velódromo para as crianças andarem de bicicleta, pista com minicarros, dois tobogãs, cineminha com desenhos animados, teatrinho de marionetes, corrida de saco, labirintos, chute ao gol com prêmios, basquetebol, viagem pelo Brasil num minitrenzinho e dois playgrounds completo.-
Funcionou de 10 de novembro até 3 de dezembro de 1972.
Não sei como controlavam a quantidade de público.

26 comentários:

  1. Me lembro desse festival. Se não me engano houve participação da Secretaria de Turismo do Estado da Guanabara. O Pavilhão de São Cristóvão era administrado pelo Estado da Guanabara.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Dr. D'.

    Hoje a postagem é prato cheio.

    Na primeira foto, a propaganda de um dos maiores buracos negros orçamentários do país, junto com o programa nuclear. Também na primeira foto, uma propaganda não muito nítida, parecendo ser de Doriana ou algo parecido.

    Na segunda foto, personagens de revistas infantis, como Luluzinha, Pimentinha e Brasinha. Também está visível um pedaço de propaganda da Kibon.

    Em alguns meses começaria a primeira crise do petróleo. Eram tempos de "milagres"...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por falar em programa nuclear a série Chernobyl no NOW é excelente.

      Excluir
    2. PS: vendo agora em tela maior, na segunda foto aparecem um pedaço do Gasparzinho e de sua amiga bruxa Wendy (antes chamada no Brasil de Luiza).

      Excluir
  3. Não me recordo deste evento no Pavilhão de São Cristóvão por já ser adolescente nesta época. Quando queríamos ir a um Parque de Diversões, íamos no da Lagoa Rodrigo de Freitas, que ficava na altura da Hípica, em direção ao Rebouças, colado no espelho d'água.
    Vejo a faixa alusiva à Transamazônica, estrada essa que foi o maior fiasco dos bons governos militares. Nos colégios e na imprensa escrita e televisiva, só se falava na Transamazônica, da importância que teria para o Brasil. Obra jamais terminada, até hoje sem asfalto, transformada num verdadeiro atoleiro para os caminhões que nela precisam circular para levar os produtos até a região norte do país.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um outro erro crasso dos regimes militares foi dar continuidade ao programa de erradicação de ferrovias iniciado por JK. Até 1982 diversos ramais ferroviários foram criminosamente demolidos. Um desses exemplos foi a E.F.O. Minas, a única ferrovia com bitola de 0.76 cm existente no Brasil. Em 1960 ela possuía cerca de 3.000 KM e diversas instalações, inclusive duas rotundas. Dela sobraram APENAS 12 Km, que foram preservados e funcionam para lazer turístico entre Tiradentes e São João Del Rey. A rotunda desse tipo é única no Brasil e esse complexo ferroviário vale a pena ser visitado. A crise do petróleo foi mundial e o governo militar nada pode fazer. Mas muitos afásicos e doutrinados pela esquerda nem sequer eram nascidos em 72/73 ou estavam em vias de nascer, sendo informados de fatos ocorridos naquela época por informações do tipo "ouvi dizer" ou nos bancos universitários em ambientes bastante "propícios" como mostra o filme Tropa de Elite I. O Brasil não é lugar para amadores...

      Excluir
  4. Esta semana li o nome deste parque na Lagoa mas esqueci de anotar.

    ResponderExcluir
  5. Hoje ,uma promoção no estilo estaria ligada a "comunidades" e alguma Ong estaria no comando.Mudaram os conceitos e o tempo é outro.Quanto a Transamazonica um tiro no pé...

    ResponderExcluir
  6. Morre baterista do RPM"""
    Filho de Luciano Huck sofre acidente"""
    Marta e Formiga no confronto com a França"""

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlinhos Fofoca, nem perco tempo assistindo futebol feminino. É um esporte para homens e pronto! Mas para que aprecia mulheres masculinizadas, musculosas, e cabeludas, fiquem à vontade. É assim que começa, depois não digam que não foram avisados. Futebol feminino, professores de saia, e mulheres cabeludas e de cabeça raspada são um produto da esquerda. Homem que se preza só admite um item que fique à esquerda...

      Excluir
    2. E bailarino,pode?

      Excluir
    3. Bailarino eu não sei, mas dançarino de salão não só pode como deve. Afinal a dança de salão é uma atividade em que o homem dança com a mulher e não há outra possibilidade. E convenhamos, é muito bom.

      Excluir
  7. Também já tinha passado dessa fase na época desse festival, mas eventos como esse ainda fariam sucesso.
    A baratinha entre os carros do brinquedo me lembra que a F1 atual com a Mercedes está muito sem graça.
    Dos parques com esse tipo de brinquedos ainda deve fazer sucesso o Shanghai na Penha. Pelo menos ainda tem página no Facebook.
    Em 1972 a Doriana era a novidade bem vinda, pois foi a primeira cremosa mesmo logo após sair da geladeira. Suas principais concorrentes eram a Claybom e a Delícia.

    ResponderExcluir
  8. Tranzamazônica, Usina de Angra, Usina de Itaipu, Ponte Rio-Niterói e expansão das siderúrgicas estatais são as obras do Milagre Brasileiro que mais lembro. E o ministro Mário Andreazza um dos que mais aparecia à frente das construções da época e o mais citado como suspeito nos desvios de verba.
    E só não chegou a presidente da república porque foi derrotado dentro do partido pelo Maluf, que por sua vez foi rejeitado por parte de seus próprios partidários e perdeu nas indiretas de 1985.
    Com corrupção comprovada ou não, com a crise em 1982 o Governo Figueiredo era obrigado a cair de joelhos diante do FMI, fato que só teria maior divulgação depois da eleição daquele ano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Analista Politico23 de junho de 2019 13:44

      Ser derrotado dentro do partido pelo Maluf só pode ser ,como diz um comentarista,um espanto.

      Excluir
  9. Futebol feminino sempre foi tremendamente chato. Se há mulheres que querem jogar futebol que joguem então. Isso é uma coisa. Outra coisa é a qualidade do futebol feminino, que é mínima. E o pior é que agora não basta o futebol feminino pura e simplesmente. O politicamente correto e a lacração foram escalados também formando o pacote completo de babaquice e "progressismo" que tanto atormenta as pessoas normais hoje em dia. Vemos o mesmo bando de "ungidos" de sempre vomitando a sua falsa retórica de correção política e bondade contra os "reacionarios" machistas. Gostar ou não de futebol feminino deixou de ser uma mera escolha pessoal. Agora é mais uma coisa pra separar a população entre os progressistas maravilhosos defensores dos oprimidos e de todas as coisas boas do universo de um lado e os malditos fascistas, nazistas, homofobicos, machistas, elitistas, xenófobos, gordofóbicos, racistas, reacionários, transfóbicos, etc, etc, etc...do outro lado.

    ResponderExcluir
  10. Há relatos de que a enganação da Transamazônica, além de levar o nada a lugar nenhum, ainda dizimou oito mil índios. Era a época do "milagre"... só para alguns...

    ResponderExcluir
  11. Brasil eliminado na França om gol de Henry...

    Não é notícia velha. Acabou de acontecer...

    A seleção masculina só saberá amanhã seu adversário na Copa América. O vencedor de Japão X Equador ou o Paraguai (em caso de empate).

    ResponderExcluir
  12. Até que a seleção da França sofreu mais do que o esperado para conseguir vencer as brasileiras.
    Se todas são masculinizadas eu não sei, mas que as alemãs são mais bonitas que a média isso eu reparei.

    ResponderExcluir
  13. Boa noite. Transamazônica foi um erro, mas o seu erro maior foi ser projetada como uma rodovia e principalmente pelo seu trajeto, a transamazônica deveria ter sido projetada como uma ferrovia, e seu trajeto deveria ser de interligar a Amazônia, o norte do Brasil e o Centro Oeste não atravessando a Floresta, mas sim contornando a Floresta. Já o endividamento do Brasil causado pelo primeiro choque do Petróleo ocorreu porque o imbecil do Delfim Neto foi um idiota de querer continuar a bancar o desenvolvimento do País através do endividamento externo. Mas ainda pior, tem gente que vai entrevistar este babaca para saber a opinião dele sobre a economia do Brasil nos dias de hoje.

    ResponderExcluir
  14. Eu amava. Lembro ate hj da musiquinha da propaganda na tv. Acontecia uma vez por ano.

    ResponderExcluir
  15. Tenho 52 anos e lembro bem deste festival da criança. Meu pai me levou lá por alguns anos. Era um evento anual. Saudades...

    ResponderExcluir