Total de visualizações de página

sexta-feira, 13 de setembro de 2019

O ALEMÃO



Mais duas fotos do fotógrafo alemão, que seria Franz Grasser, enviadas pelo Carlos Paiva.
 
Seriam do final da década de 30 e mostram o belíssimo conjunto do Teatro Municipal e do MNBA no Centro e a esquina da Rua Paissandu com Praia do Flamengo. À direita podemos ver parte do Hotel Central.  

11 comentários:

  1. Hoje seria um bom dia para o Gustavo Lemos comentar; acho difícil identificar os carros da década de 30 e anteriores, pois eram raros os traços "de família" que fariam aflorar o DNA nas décadas seguintes.
    Apesar disso, o carro preto de algum vereador é um Chevrolet 1936, brilhante em primeiro plano. os restantes, para mim são Ford.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia a todos.
    Hoje em dia "o alemão" é outro e está localizado na Zona Norte.
    Na segunda foto, é as Ruas Paissandu e Barão do Flamengo, e a Praia do Flamengo.
    Esse hotel, pelo que me consta, está sendo revitalizado.

    ResponderExcluir
  3. O Hotel Central foi demolido nos anos 50

    ResponderExcluir
  4. Bom dia, Dr. D' (na medida do possível)...

    O acervo de fotos desse alemão é de cair o queixo...

    FF: o prefeito não descarta a possibilidade de o incêndio de ontem no hospital Vadim ter sido criminoso. Caberá às autoridades confirmar a suspeita, ou não. No total, 11 mortos por inalação de fumaça.

    Passei muitas vezes em frente por ser caminho do ônibus. Os prédios em torno estão interditados preventivamente.

    ResponderExcluir
  5. O referendado edil já praticava a "rachadinha"? Boas fotos de outros tempos.

    ResponderExcluir
  6. Atualizando meu comentário anterior, não dá para afirmar que todas as mortes foram por inalação de fumaça. Alguns corpos foram localizados no CTI.

    ResponderExcluir
  7. O hotel do qual me referi fica na Rua Paissandú quase chegando a Praia do Flamengo e é visível do edifício na foto.

    ResponderExcluir
  8. A grande mudança no transito da Cinelândia quase não é comentada e foi bem significativa. Na foto de 1936 percebe-se a existência de linha dupla de bondes, já que os bondes iam e voltavam até a Galeria Cruzeiro. A construção do Tabuleiro da Baiana em 1937 serviu para deixar o Largo da Carioca livre da circulação de bondes. Desde então e até 1963 os bondes chegavam até o Largo da Carioca pela 13 de Maio e voltavam pela Senador Dantas. FF: O incêndio no Hospital Badin na Tijuca que acabou causando 11 mortes leva à uma reflexão: Trata-se de um hospital bem aparelhado e ainda assim o número de mortes foi significativo. Imaginem se fosse em hospital público? O número de mortes seria muito maior, já que nesses hospitais nem macas e colchões existem...

    ResponderExcluir
  9. Na primeira foto quase nada mudou e na segunda quase tudo.
    Carros com aparência de bem conservados, mas na maioria já veteranos naquele fim da década de 30.

    ResponderExcluir
  10. Bom dia a todos. A qualidade destas fotografias são impressionantes, a nitidez e o enquadramento realizado pelo fotógrafo estão dignos de uma bela moldura. Lamentável o incêndio ocorrido ontem a noite no Hospital Badin, 11 vítimas uma delas pai de uma grande amiga do trabalho.

    ResponderExcluir
  11. Coisa linda de fotos, coisa linda de Rio Antigo.

    ResponderExcluir