Total de visualizações de página

terça-feira, 12 de novembro de 2019

CENTRO



 
Hoje temos mais duas fotos do Centro enviadas pelo prezado Carlos Paiva, habitual colaborador do Saudades do Rio.
 
A primeira foto mostra o Bar e Restaurante Miron, situado na Rua México nº 41-A, esquina com a Rua Santa Luzia. Era propriedade do Sr. Figueiredo e seu telefone era 28-9516. O proprietário também era responsável por algumas bombonnières em cinemas do Centro.
 
Como vemos no anúncio do "Correio da Manhã" da década de 50 o Restaurante Miron tinha um programa na Rádio Metropolitana, do grupo chefiado por Rubens Berardo, que ficava ao lado da Rádio Continental no "dial".
 
Na última foto, da Av. Rio Branco, o fotógrafo estava em frente à rua Dom Gerardo, o prédio em destaque com formas curvas à esquerda da foto é o Edifício Unidos, um clássico da “art-déco”, que ocupa um pequeno quarteirão triangular. Além dele vê-se o palácio do Banco Central.

Olhando com atenção pode-se ver um sujeito parado entre as duas pistas, a esperar tranquilamente para terminar a travessia. O carro bicolor em primeiro plano é um Packard Super Eight 1947/48.

21 comentários:

  1. A banca de revistas era diminuta e a propaganda eleitoral um espanto..Além do carro bicolor parece ter uma curiosa jardineira...Vou sintonizar a Metropolitana e escutar os Cantores Internacionais.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Dr. D'.

    Não sei até quando o bar funcionou, mas passei por essa esquina inúmeras vezes a caminho da Praça XV.

    Sobre a segunda foto, esse trecho da Rio Branco não era muito a minha área. Só depois da abertura dos museus na Praça Mauá que andei mais pelo trecho.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia a todos.
    A primeira foto é registro de uma época na qual as ruas do Centro eram mais sujas do que as de hoje em dia. Veja da imundície de propagandas na parede.
    Aliás, essa imagem me levou a refletir sobre algo.
    É apenas imaginação minha ou de fato é real? Nas inúmeras postagens aqui no site de inúmeras épocas e locais sobre o Centro é visto locais extremamente limpo e outros muito sujo como essa rua. Por acaso essa imundície dependia da rua ou era em todas, entretanto recebendo de uma atenção especial da Companhia de Limpeza Urbana em algumas delas em detrimento de outras?

    ResponderExcluir
  4. Bom dia a todos. Não me lembro deste Restaurante, porém me lembro bem da radio Metropolitana, aos domingos pela manhã tinha um programa de músicas Portuguesas, que meu pai gostava de ouvir para matar as saudades da terrinha. Acho que o prédio comentado no texto sofreu um retrofrit a cerca de 3 ou 4 anos atrás. Na primeira foto, vemos as colunas e paredes todas emporcalhadas por panfletos de propaganda eleitoral, acho que esta foi uma das poucas coisas que melhoramos nos dias de hoje na cidade, mas nas entradas de favelas continua igual.

    ResponderExcluir
  5. Bolsonaro acaba com seguro obrigatório.+++
    Morales vai para o México.+++
    Ciro mantém criticas a Lulla.+++

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece que até petistas já estão achando que o Lula exagerou nos discursos pós-cadeia.

      Excluir
  6. Bom Dia ! Na primeira foto vemos as colunas e paredes cobertas com fotos de candidatos políticos.Nem a banca de jornais escapou.Por falar em política, amanhã tem jogo no Maracanã. Será que as torcidas vão "homenagear" novamente o Lula?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Preocupante mesmo são os confrontos entre quadrilhas disfarçadas de torcidas organizadas. E quem sofre é o torcedor de verdade, algumas vezes também pela ação da polícia que não quer nem saber de separar o joio do trigo.
      E amanhã é dia de muito risco no Maracanã e arredores.
      Marginais usam o futebol para cometerem barbaridades.

      Excluir
  7. O carro bicolor é um Packard, mas é de 1948 em diante. A linha completamente plana da lateral diferencia o 47 do 48. Essa combinação de cores era de uma empresa que fazia a ligação com Petrópolis - creio que a iniciativa começou com o cassino do Quitandinha e, após o fim do jogo, continuou por alguns anos.
    Entre Santos e São Paulo havia um serviço semelhante, o Expresso Zefir, que utilizava Mercury. Depois o Zephir passou para o Simca Chambord e a companhia faliu. Acredito que haja uma ligação entre os fatos...
    Nessa fotografia da Rio Branco, vemos ainda um caminhão Fargo/Dodge, um Ford 39/40 furgão e as duas jardineiras mencionadas. Um caminhão Chevrolet está entrando na avenida.
    Entre o Packard e a jardineira vemos uma traseira de Lincoln Zephyr (nada a ver com a Zefir ali de cima) e lá longe um carro de 49/50 Mopar ou Kaiser.
    Na primeira foto, vemos como os Ford eram muito usados comercialmente. Aquele focinho de porco que aparece na Rua México (antes do Evo) é de um Ford F-1, que também pode ser visto parado na Santa Luzia.
    Ambas fotografias devem ser do início dos anos 50.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembro da Expresso Zefir mas só de ônibus, quando fui pela primeira vez à Santos na década de 70, com baldeação na antiga rodoviária da capital paulista.

      Excluir
  8. Almocei muito no Miron! Hoje tem o Bar Niza e o Cazuela. Do outro lado da rua ficava o Parcelas( ou Pardella's). Ainda trabalho na r México , 41. Aumentou o número de restaurantes por conta do IBMEC, antes ESSO. área agradável e relativamente segura por conta do Consulado EUA. Curioso o fato de terem aberto 4 farmácias em 2 quarteirões , recentemente. Talvez o Pardelas mereça um post e seu sobrado . No livro bares do Rio tem foto. Hoje é anexo do Banco Itaú, antes Banco Nacional , em foto clássica com carrinho leiteiro. Ali perto , quem entra no suntuoso prédio da FIRJAN não imagina que antes funcionava a 3a DP.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Peralta,o implicante12 de novembro de 2019 11:48

      Consta que Tia Nalu é sócia de algumas farmácias.

      Excluir
    2. Obviamente não é Parcelas !

      Excluir
  9. O Packard ostenta duas placas, pois naquela ocasião, veículos que trafegavam em dois estados ( por exemplo: os ônibus das Linhas Rio - SP) tinham de sr licenciados nos dois estados. Curiosamente não se Vê nas fotos da época nenhuma das limousines adaptadas, que faziam a ligação Mauá - Monroe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Curioso, desconhecia isso sobre duas placas, uma pra cada Estado. Já fomos mais confederados que hoje em dia...

      Excluir
  10. Na primeira foto, na esquina do outro lado ficava a Casa Pardelas, estabelecimento de "secos e molhados", semelhante a outros no Rio como seu vizinho Vilariño, na esquina de Av. Calógeras c/ Pres. Wilson. Também conhecido como uisqueria o bar e restaurante Pardelas atingiu seu auge no ano de 1982 quando sua frequência predominante de jornalistas e juristas (ficava no mesmo quarteirão da Justiça Federal) comentava sobre os mais variados assuntos do ano. Acontecimentos como a Copa do Mundo de Futebol na Espanha, a guerra das Malvinas, e a política em geral eram exemplos de temas abordados. Juristas famosos como Evandro Lins e Silva, Evaristo de Morais Filho, George Tavares, e outros, assim como correspondentes internacionais (Le Monde, New York Times,etc.) eram frequentadores habituais desse local. Hoje em dia é uma agência bancária.

    ResponderExcluir
  11. Tendo em vista os comentários das 08:45 e das 08:52, é bom lembrar que a região do Castelo e da Misericórdia eram locais onde apesar de haver uma constante revitalização, a limpeza pública se fazia presente. Entretanto como a Cinelândia era figurinha carimbada em se tratando de fotografias, o cuidado das autoridades era mais apurado. Por outro lado temos fotos antigas da Tijuca, Vila Isabel, Botafogo, e Catete, onde a sujeira e o descuido com a limpeza das ruas constante.

    ResponderExcluir
  12. Horrível esses cartazes colados em todos os espaços. Provavelmente tinham que esperar passar a eleição para tirar senão colavam tudo de novo.

    ResponderExcluir
  13. O hidrante continua no mesmo local. A rádio Metropolitana AM 1090, aos sábados e domingos continua com os programas portugueses.

    ResponderExcluir
  14. parece que a Rua Santa Luzia era mão dupla!

    ResponderExcluir