Total de visualizações de página

sexta-feira, 23 de outubro de 2020

AVENIDA SUBURBANA


Foto de Malta, de 1928, com a identificação de Av. Suburbana. Quais são as melhores respostas?

RESPOSTA 1: “Não seria aquela ponte sobre o Faria-Timbó perto de Higienópolis? Vemos que as linhas de bonde não batem com o centro da ponte, possivelmente além da construção da ponte estávamos tendo uma requalificação viária com ajustes no traçado e aumento da altura do leito da rua, certamente por causa de enchentes.”

RESPOSTA 2: “Só existe uma ponte na Av. Dom Helder Câmara, fica em frente ao Jacarézinho logo depois do Buraco do Lacerda, serve para cruzar o Rio Jacaré que depois vai se interligar no Canal do Cunha. Com certeza a chaminé vista na foto é a da fábrica da Cisper, cuja a fábrica é de 1917. E nesta época não existia a favela do Jacarézinho, cujas as terras grande parte pertenciam a fábrica.”

RESPOSTA 3: “Acredito que aquele galpão ali seria a antiga fábrica de Tecidos Nova América. A chaminé não deixa dúvidas. A construção do Shopping no lugar da fábrica e os diversos cruzamentos no local, com alças para a Automóvel Clube (atual Pastor Martin Luther King), descaracterizaram totalmente esta paisagem. O rio deve ter sido canalizado.”

RESPOSTA 4: “Quando a Estrada Real de Santa Cruz, que ia de São Cristóvão a Santa Cruz, encolheu, do Campinho para baixo passou a se chamar Av. Suburbana. Que em determinado período (para lembrar a deposição do Getúlio) passou a se chamar Av.29 de Outubro. Quando voltou a se chamar Suburbana tornou a encolher e a parte depois do viaduto de Cascadura até o Largo do Campinho passou a se chamar Ernani Cardoso (que na época se chamava Suburbana) e a ponte é sobre o Rio Ninguém).”

RESPOSTA 5: “Pelo jeito, o Malta fotografou um dos galpões do complexo de oficinas da antiga Central do Brasil, na grande área onde foi feito o estádio do Engenhão. A lateral desse galpão dava para a Avenida Suburbana, atual Luther King, no trecho que vai em direção ao largo de Pilares. Hoje esse terreno é ocupado por um condomínio construído bem perto da Linha Amarela.”

RESPOSTA 6: “É difícil, com as alterações urbanas ocorridas desde 1928, ter precisão ao local retratado. Porém alguns detalhes podem ajudar. Primeiro, em se garantido a identificação do Malta em ser Avenida Suburbana, é que esta avenida, hoje Dom Hélder Câmara, é a parte da antiga Estrada Real de Santa Cruz entre Benfica e Cascadura, no viaduto de Cascadura que nesta mesma época da foto estava em construção. Pouco tempo antes da foto é que este trecho da estrada recebera este nome e fora elevada de estrada a avenida. Na época houve uma intervenção nela alargando a pista sobre a qual, no trecho entre Benfica e Del Castilho, até então passava o leito da Estrada de Ferro Rio D’Ouro. Incorporada à Central esse leito ferroviário passou a ser em bitola mista (larga – métrica) sobre o da Linha Auxiliar. É neste trecho Benfica – Del Castilho que existe o único ponto em que essa avenida atravessa um rio em pontilhão. Mais precisamente após o “Buraco do Lacerda”, na altura do conjunto dos Ex-Combatentes e margeando um conjunto habitacional. Mais adiante (sentido para Cascadura), entre o rio e a entrada da favela do Jacarezinho, até os anos 1940 havia ali um indústria (dá qual não tenho maior referência) em área onde atualmente está a SUIPA. Margeado a esse ponto passa a Linha 2 (Pavuna) do Metrô em elevado para estação Maria da Graça. Este é o ponto que acredito ser o da foto. Hélio Ribeiro poderá confirmar, mas na época estava sendo implantada as linhas de bondes Penha e Ramos que mais adiante entrava pela Avenida dos Democratas em direção a Bonsucesso. Segundo uma nota que tenho sobre a Rio D’Ouro, sobre o rio havia um pontilhão ferroviário ao lado de uma ponte de madeira. Quero crer que esta foto seja a da substituição dessas pontes pelo atual pontilhão já mais tarde alargado. Ao fundo o perfil da serra é semelhante à do Maciço da Misericórdia, porém me intriga parecer ele mais alto e não haver uma silhueta do Morro do Urubu que dali também é avistado.”

RESPOSTA 8: “A Av. Suburbana foi duplicada no início dos anos 90. Esta amurada da ponte existiu até esta época, ficava de frente para a favela da Coreia. Este galpão visto na foto existiu até os anos 60 já abandonado e foi demolido para a construção do conjunto residencial dos Ex-Combatentes, ao lado do Buraco do Lacerda. A elevação atrás do galpão é a atual favela do Jacarezinho, ainda não habitada. A chaminé vista por trás do galpão era a antiga chaminé do forno #1 da Cisper.”

RESPOSTA 9: “Essa é a ponte sobre o Rio ali próximo à Rua Fernão Cardim, entre a Linha Amarela eo Norte Shopping. O galpão da foto é a oficina Trajano de Medeiros que ficava nos fundos do enorme terreno das Oficinas da Central no Engenho de Dentro. Esse galpão estava lá até poucos anos atrás já em estado lastimável.”

RESPOSTA 10: “Acho que essa Ponte é ali na SaÍda 4 da Linha Amarela, de quem vem da Barra, ao lado do Mc Donald. Esse galpão acho que era aquele que foi demolido pra ser construído o Condomínio Arena.”

19 comentários:

  1. É a resposta 6. Em 1928 houve uma "retificação" no traçado da E.F.Rio D'Ouro e essa foto pode mostrar esse momento. Essa ferrovia partia da ponta do Caju, cruzava a região da futura Avenida Brasil, seguia pela atual Prefeito Olímpio de Melo seguia pela Avenida Suburbana, e Avenida João Ribeiro, para se juntar com o "novo" trajeto em um ponto próximo ao Engenho da Rainha. Esse "novo trajeto" partindo de Francisco Sá e que passou a operar em 1922, passava a ter bitola mista entre Triagem e Del Castilho e coexistiu com o antigo durante seis anos. Essa foto pode estar retratando a erradicação do antigo traçado. Os trilhos não são de bonde e sim de trem, haja visto a diferença de bitola da ferrovia que seguia em paralelo.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Dr. D'.

    Só freqüentei assiduamente o trecho final da Suburbana, em Cascadura, por causa do comércio, quando ia fazer compras com a minha mãe ou, depois, sozinho. De resto, só de passagem, no ônibus. Por isso acompanharei os comentários.

    Hoje é dia do aviador, da aviação e do aniversário do Pelé.

    ResponderExcluir
  3. RESPOSTA 11: Não sei! Achava que seria fácil identificar pela ponte, mas com tantas opções, meus neurônios deram um nó!

    ResponderExcluir
  4. Nem desconfio. Quanto à citação da resposta 6, o ramal de bondes da Penha foi inaugurado em 02/10/1927, a tempo de pegar as festas de Nossa Senhora da Penha daquele ano. Mas sendo um trecho longo, a partir do prolongamento dos trilhos iniciado em Benfica, a instalação desses trilhos deve ter começado bem antes.

    ResponderExcluir
  5. Os trilhos não são de bonde. Parecem ser de trem, bitola métrica. Talvez da Rio d'Ouro.

    ResponderExcluir
  6. Esse trecho da Suburbuna é onde hoje passa a Linha Amarela. Quando a via foi construída, no final dos anos 1990, esses galpões com jeito de oficina ainda existiam, e a estrutura metálica do viaduto sobre a Suburbana quase tocava a fachada do galpão. Hoje, no lugar do galpão, há um condomínio. Ao fundo, vemos o morro do Urubu, o que indica que se trata da região entre Todos os Santos, Engenho de Dentro e Pilares.

    ResponderExcluir
  7. Entendi que veículos automotivos passariam pelas largas lajes laterias da ponte, já que o trem ficaria com o meio.
    A única coisa que tenho certeza é que o galpão não tinha o padrão das construções da Nova América, citada da resposta 3.
    Minhas dúvidas são: Cisper próxima à Suburbana? idem Oficinas da Central?
    Mas fico com resposta 9, que falou da proximidade da Fernão Cardim, porém, mais precisamente, é a esquina com atual Av. Henriete de Holanda Amado.

    ResponderExcluir
  8. eu, como profundo conhecedor da região, devo dizer que o Anônimo é um chato. Além de não se identificar, fica de tocaia para responder antes da gente. Ele está errado. A resposta certa é a opção 11.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, o chato.23 de outubro de 2020 16:58

      Conde di lido, nunca circularam bondes na Avenida Suburbana entre Avenida dos Democráticos e a rua José Bonifácio.

      Excluir
  9. A resposta 10 também está certa, mas o concorrente do McDonald, o Burger King, está mais próximo.

    ResponderExcluir
  10. Sobre o Rei aniversariante de hoje, nada como rever na internet alguns dos grandes lances de sua carreira, não só muitos títulos, no Santos e na Seleção, como ele também era um atleta cheio de recursos individuais, vigor físico e muita visão de jogo como um todo.
    Se em 2022 um jogador de 17 / 18 anos tiver chance e conseguir fazer um gol decisivo em jogo de quartas de final da Copa, com certeza será endeusado pela mídia, mesmo que não faça mais nada no resto da competição, como fez Pelé também na semifinal e final em 1958.

    ResponderExcluir
  11. Sei não.... mas aposto nos galpões da Central que ficavam junto a Linha Amarela.

    ResponderExcluir
  12. Lembro do galpão citado pelo Luiz Antônio. Esse galpão ficava atrás da Blue Garden, boate que fez sucesso na década de 90 na Av. Suburbana. Esse local hoje é a entrada e saída da linha amarela.

    Fiz no 3D do google maps o possível local. Parece realmente!
    https://www.google.com.br/maps/place/Estrada+Adhemar+Bebiano+-+Inhauma,+Rio+de+Janeiro+-+RJ/@-22.8888609,-43.2831664,357a,35y,303.34h,68.38t/data=!3m1!1e3!4m5!3m4!1s0x997c5dc53e54ef:0x60533495c8f20463!8m2!3d-22.8716015!4d-43.2819976?hl=pt-BR

    ResponderExcluir
  13. Agora eu reparei, cadê a resposta 7? Essa deve ser a certa...

    ResponderExcluir
  14. Que vexame. O gerente não sabe nem contar até 10...

    ResponderExcluir
  15. Concordo com o Paulo Roberto: a opção correta é a 10. Posicionando o Google Street View na Dom Helder, na altura do Condomínio Arena é possível ver o Morro do Urubu (o que não se consegue pela opção 6). E utilizando-se o Google Earth é possível ver que até 2003 existia um grande galpão onde hoje é o Condomínio, inclusive se afastando da avenida, mas para os fundos, exatamente como na foto.

    ResponderExcluir
  16. Há um morrete à esquerda do Morro do Urubu, só que mais perto do galpão: é a elevação onde hoje está construído o conjunto dos Ferroviários e passa a rua Mario Carpenter.

    ResponderExcluir
  17. Não creio que seja a EF Rio d'Ouro, não aparecem postes e Rede Aérea de alimentação de Bondes na foto?
    Merece uma investigação com o povo dos Trilhos hehe muito curiosa e instigante esta imagem.

    ResponderExcluir
  18. Satanésio de Jesus11 de junho de 2021 20:13

    Respostas 5,9 e 10 são as corretas. O galpão sobreviveu até meados dos anos 2000. A rua José dos Reis vem logo após o referido galpão. Atualmente, neste trecho, passa a Linha Amarela. O Morro do Urubu está à direita da foto.

    ResponderExcluir