Total de visualizações de página

domingo, 28 de janeiro de 2018

RIO

Como é lindo o Rio visto do alto. Quisera que o dia-a-dia da cidade fosse tão lindo quanto aparece nesta foto da Getty Images.
Ontem começou o caos: aqui perto a Banda de Ipanema, que a Prefeitura informou que desfilaria somente pela pista interna da orla, na verdade bloqueou as duas pistas da Vieira Souto, interditou durante longo tempo a Prudente de Morais, gerou um colapso das vias internas do bairro.
Além disso, bandos de zumbis com latas de cervejas nas mãos, andavam sem rumo para lá e para cá, sujando tudo, urinando nas calçadas, transtornando a vida das outras pessoas.
Por volta das 22 horas vi, de dentro do carro, quatro rapazes bem apessoados, arrancando, às gargalhadas, a placa de identificação da Rua Garcia D´Ávila na esquina da Av. Vieira Souto. Qual seria a razão? Levar para casa como um troféu?
Só se for troféu de falta de educação, de vandalismo, de incivilidade.
PS: a Polícia Militar e a Guarda Municipal não foram notados. Os “verdinhos” da CET-Rio pouco ajudavam.

14 comentários:

  1. Lamentável.O que era para ser uma diversão vira uma grande esculhambação.Falta respeito,ordem e civilidade.Um espanto!!!

    ResponderExcluir
  2. Esse quadro é normal em um país corrompido e com leis adequadas para países escandinavos, vigendo em uma nação onde sua população é comparável à de países africanos. Uma sociedade corrompida, tendenciosa, e administrada por quadrilhas de criminosos, está caminhando para o colapso. Uma grande turbaçao social está próxima.

    ResponderExcluir
  3. Esta é uma das mais belas vistas da cidade. Ainda havia poucos prédios altos na praia de Botafogo.
    Estava em Ipanema ontem e também fui testemunha do caos descrito pelo Dr. D´. Sei que o Lino é um fã do carnaval mas deve ser de um outro, bem diferente deste de Ipanema onde milhares de pessoas só bebem e praticamente não cantam marchinhas. Vão circulando daqui para lá e bebendo muito. A omissão das autoridades é flagrante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nenhum bairro do Rio ou região do Brasil está livre da violência, no carnaval ou em outra época. Neste caso foi no bairro do Lino: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2018/01/1953951-tiroteio-mata-garcom-e-provoca-panico-em-folioes-de-bloco-no-rio.shtml

      Estou pensando em me mudar para São Paulo, capital. É bem mais tranquilo. http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2018/01/1953867-no-1-carnaval-com-lei-do-xixi-em-sp-fiscal-acha-dificil-punir-apertadinhos.shtml

      Mas ninguém rouba... http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/eleicoes/2018/01/28/sob-gestao-alckmin-roubos-sobem-29-e-homicidios-caem-20-em-sp.htm

      Excluir
  4. O carnaval no Rio virou uma grande bagunça. Com relação à foto, custei para localizar alguns prédios. O comprido e baixo com a fachada escurecida pela sombra, hoje está escondido ao lado da universal da São Clemente, perto do metrô. O conjunto de prédios claros na margem inferior da foto ficam na esquina da Barão de Lucena com Theodor Herzl. E lógico, a Sears com o estacionamento bem visível. Perto do morro da Viuva é uma draga da obra do aterro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigindo, não é ao lado da universal. É no quarteirão seguinte.

      Excluir
  5. No tempo dos militares o carnaval de rua era tranquilo. Os caminhões do "choque" da P.M, da P.A, e da P.E circulavam pela cidade e o máximo que acontecia eram brigas de foliões, bêbados, e batedores de carteiras. Nada que alguns cascudos bem aplicados não resolvessem. Leis mais severas, autoridades comprometidas com o cumprimento delas, e uma população mais educação completavam o clima da folia. O artigo 59 da Lei das Contravenções Penais (vadiagem) devidamente aplicado e a inexistência de plantão judiciário no carnaval ajudavam a conter os mais afoitos...

    ResponderExcluir
  6. Um dos grandes problemas do Nosso País é o crescimento demográfico desordenado, sem qualquer tipo de atuação por parte do Poder Público. Como sempre ocorreu na História da Humanidade, a Mãe Natureza irá por em atividade o C.A.P. ( Controle automático da População), fazendo com que tudo retorne aos parâmetros adequados a convivência global...

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde ! A foto é antiga. Deve ser da década de 1960 ou equivalente. As obras do aterro do Flamengo (no caso Botafogo), ainda não haviam terminado. Ainda não existiam os 2 prédios de vidros escuros na praia de Botafogo. Também ainda não existia o Mirante no morro D.Marta. Quanto ao Carnaval, nunca o apreciei e sempre o aproveitei para viajar, quando ainda morava no Rio.

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde a todos.

    O filão da Getty Imagens foi descoberto recentemente pelo Nickolas. Pelo visto, voltou (o filão) a todo vapor, incluindo imagens postadas anteriormente, que não é o caso desta.

    Sobre carnaval, evito ao máximo sair do meu cantinho, ainda mais nos últimos tempos.

    ResponderExcluir
  9. Linda foto mesmo. O Rio virou uma grande favela infelizmente.
    Não há o que festejar.

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde a todos. A vista do Rio de Janeiro do alto é realmente deslumbrante, porém a cada ano, está sendo necessário a foto ser tirada de mais alto, qualquer dia a altura será tanta, que não será mais possível visualizar a beleza da cidade.
    Quanto ao Carnaval todos sabem que sou um amante, mas a cada ano tenho ido cada vez menos a blocos de rua, justamente devido a violência. A diferença dos últimos 3 anos para cá em relação ao início dos anos 2000, quando você podia ir a blocos que hoje já não se pode ir, principalmente sozinho, pois você se torna uma vítima das quadrilhas de ladrões que hoje se infiltraram nos blocos, segue aqui uma lista de blocos que não aconselho a irem, muito menos sozinho, Carmelitas, Badalo, Céu na Terra, Banda de Ipanema, Suvaco de Cristo, Bola Preta, Simpatia, Bamgalafumenga e todos os blocos que se tornaram gigantes. Nesta época em outros anos já teria ido a pelo menos 2 ou 3 blocos. Ontem aqui na Tijuca onde moro que é o pinico do RJ, choveu o dia todo, não fui ao desfile do Nem Muda e Nem Sai de Cima, mas como minha esposa havia marcado um encontro a noite com alguns casais amigos, não fui ao desfile. Porém quando estava aguardando o taxi para ir ao encontro, o motorista ao chegar foi logo nos dizendo que estava tendo um tiroteio danado na Conde de Bonfim perto da Uruguai num desfile de bloco, fiquei pensando que teria tido alguma confusão durante o desfile, só hoje pela manhã lendo os noticiários fiquei sabendo do que ocorreu. Este ano só irei a desfile de blocos onde eu conheça o pessoal organizador, muito embora isso não seja uma garantia de que você está inteiramente seguro, como aconteceu ontem no Nem Muda, a

    ResponderExcluir
  11. Observador de foliões28 de janeiro de 2018 18:44

    Morar em bairros pouco civilizados apresenta esse tipo de inconveniente. Apesar de ser alvo de criticas quase sempre tendenciosas, Copacabana ainda oferece segurança para o foliao.

    ResponderExcluir